SÃO MIGUEL EM ALTA

SÃO MIGUEL EM ALTA

quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

O BLOG SÃO MIGUEL EM ALTA DESEJA AOS SEUS INTERNAUTAS UM FELIZ ANO NOVO




O nosso caminho é feito pelos
Nossos próprios passos, mas
A beleza da
caminhada depende
Dos que vão conosco! Assim,
Que neste Novo Ano que se inicia
Possamos
caminhar mais e mais
Juntos, em busca de um mundo
Melhor, cheio de paz, saúde,
Compreensão e muito Amor!

ALEXANDRE TURISMO DESEJA AOS SEUS CLIENTES E AMIGOS FELIZ ANO NOVO



 Alexandre Turismo deseja, Feliz Ano Novo,
 aos seus clientes e amigos!
Desejo que as próximas centenas e milhares de horas 
sejam bem aproveitadas.
Que não falte alegria nos rostos,
que a felicidade esteja viva no 
coração de cada um de vocês; 
e que o amor se revele em cada instante.

E não esqueçam que fazer 
o bem provoca inúmeras coisas positivas,
 por isso sejam bons uns para os outros! 
Tenham um Ano Maravilhoso, aos meus passageiros e amigos!

Que 2016 seja um ano 
de muita paz, saúde e posteridade.

Restaurantes populares terão funcionamento suspenso a partir de 1º de janeiro

A partir do primeiro dia do próximo ano, os restaurantes populares de todo o Rio Grande do Norte terão o funcionamento suspenso. A informação foi confirmada pela Secretaria de Estado de Trabalho, Habitação e Assistência Social (Sethas).

O motivo para o fechamento temporário dos estabelecimentos conhecidos como “Barriga cheia” é a investigação do Ministério Público sobre a combinação de preços durante licitação supostamente praticada por empresários.

Por recomendação do MP, a Sethas interrompeu o fornecimento de refeições. De acordo com a secretaria, os contratos em vigor se encerram nesta quinta-feira (31) e não podem ser renovados.
Em nota, a secretaria disse ainda que está trabalhando para retomar as atividades dos restaurantes populares o mais breve possível, que atualmente fornecem almoço para cerca de 20 mil pessoas em 20 municípios do Estado.
Confira a nota na íntegra
Nominuto

Vigilante que espancou a filha de três anos em São Paulo é preso

Será transferido nesta quinta-feira para a Cadeia Pública de Cajamar, na Grande São Paulo, um vigilante que espancou, com um cinto, a filha, de apenas 3 anos. O ato covarde ocorreu em Franco da Rocha, cidade vizinha, e foi gravado no celular pela esposa do acusado; ela não conseguiu impedir as agressões.

O vigilante David Vargas dos Santos, de 31 anos, teve a prisão decretada pela Justiça e acabou detido na noite dessa quarta-feira pela Polícia Civil na casa de um amigo, em Francisco Morato. O vídeo que flagra a agressão dele à filha viralizou na web.

David vai cumprir 30 dias de prisão temporária, que pode ser transformada em preventiva, dando início ao processo judicial, no qual ele deve responder por tortura.

Segundo a mãe da menina espancada, que passa bem, o pai era violento e as agressões eram frequentes e gratuitas.

Fonte: Band.com

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Polícia Civil e Militar encontram plantação de maconha no quintal de residência em Portalegre/RN.

Equipe da Delegacia de Polícia civil de Portalegre, sob o comando do delegado Cristiano Zadrozny, juntamente com PM’s do Destacamento  Policial  local, sob o comando do sargento  Anísio, realizaram operação policial de combate ao tráfico de drogas na cidade.

As investigações mapearam algumas pessoas envolvidas com o tráfico na cidade, e nas primeiras horas desta quarta-feira(30), várias viaturas cumpriram mandados de busca e apreensão,  expedidos pelo juízo da Comarca local. O alvo principal era pessoa conhecida por Edilson, investigado por plantar e comercializar a droga na cidade.

Participaram da operação, policiais da Delegacia civil de Pau dos Ferros, destacamentos policiais das cidades de Tabuleiro Grande e Viçosa. Na ação policial foram presas duas pessoas, inclusive Edilson, que foi flagrado em sua residência com mudas de maconha, em depósito pronta para comercialização, balança de precisão e dinheiro fracionado.

Segundo o delegado Cristiano Zadrozny, "recentemente foram postadas nas redes sociais imagens de pés de maconha, e a polícia civil passou a investigar e com apoio da Polícia Militar, conseguiram apreender a maconha e os responsáveis pela veiculação das imagens."

Por fim, declarou o sargento Anísio, "que o combate ao tráfico de drogas na cidade tem sido intensificado com rondas ostensivas, e a parceria com as investigações da Polícia civil conseguimos  bons resultados.

Nosso Paraná

ABERTAS AS INSCRIÇÕES DA COPA SÃO MIGUEL EM ALTA DE FUTSAL SUB-20



As equipes interessadas em participar podem entra em contado com João Paulo pelo fone (84) 99462-0358 ou pelo E-mail jpo-rn-sm@hotmail.com ou com Leonardo Fone: (84) 9 9135-7785 ou ainda com Gessé (84) 99414-1585.

Pode participar jogadores com idade de 20 anos completo ou a completar, para que a inscrição do atleta seja valida tem que esta com documento com foto de acordo com regulamento da competição.

As inscrições seguem até o dia 10 de janeiro, o inicio da competição esta previsto para acontece dia 16 do corrente mês e o congresso técnico dia 12, o valor da inscrição é de 200R$, a premiação será de acordo com o número de equipes escritas.

A competição conta com apoio da Prefeitura Municipal de São Miguel, Café Canta Clara, José Nelto.

RN lidera registro de mortes suspeitas por microcefalia

O Rio Grande do Norte lidera o número de óbitos de bebês por suspeita de microcefalia. Com 10 mortes em investigação, o estado está no topo do ranking ao lado da Bahia. As informações foram divulgadas pelo Ministério da Saúde nesta terça-feira (29) através do último boletim epidemiológico do ano sobre microcefalia.

Os dados foram compilados até o dia 26 de dezembro. Até o momento, foram notificados 2.975 casos suspeitos da doença em recém-nascidos de 656 municípios de 20 unidades da federação. Também estão sendo investigados 40 óbitos suspeitos de microcefalia relacionados ao vírus Zika.

Das 20 unidades da federação com casos suspeitos, nove permaneceram com número de casos suspeitos iguais ao Boletim anterior divulgado na semana passada (22/12). Três estados (TO, MG e MT) apresentaram diminuição de casos e oito apresentaram aumento de casos.

O maior número de casos foi registrado em Pernambuco (1.153), o que representa 38,76% dos casos de todo o país. O estado foi o primeiro a identificar aumento de microcefalia no país. Em seguida, estão os estados da Paraíba (476), Bahia (271), Rio Grande do Norte (154), Sergipe (146), Ceará (134), Alagoas (129), Maranhão (94) e Piauí (51).

Em novembro, o Ministério da Saúde declarou Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional para dar maior agilidade às investigações, que estão sendo realizadas de forma integrada com as secretarias estaduais e municipais de saúde. Trata-se de um mecanismo previsto para casos de emergências em saúde pública que demandem o emprego urgente de medidas de prevenção, controle e contenção de riscos, danos e agravos à saúde pública. Também está em funcionamento, desde o dia 10 de novembro, o Centro de Operações de Emergência em Saúde (COES), um mecanismo de gestão de crise que reúne as diversas áreas para responder a esse evento.

Mobilização nacional
Para a execução das ações do Plano Nacional de Enfrentamento à Microcefalia, foi instalada a Sala Nacional de Coordenação e Controle para o Enfrentamento à microcefalia. O objetivo é intensificar as ações de mobilização e combate ao mosquito Aedes aegypti. Também serão instaladas salas estaduais, que contarão com a presença de representantes do Ministério da Saúde, Secretarias de Saúde, Educação, Segurança Pública, Assistência Social, Defesa Civil e Forças Armadas.

Atualmente, estão implantadas salas em 18 unidades da federação: Acre, Amazonas, Goiás, Mato Grosso, Paraíba, Pernambuco, Paraná, Santa Catarina, Tocantins, Rio Grande do Sul, Distrito Federal, Alagoas, Bahia, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro, Sergipe e Ceará. Outros quatro estados estão em fase de implantação da sala: Pará, Rio Grande do Norte, Minas Gerais e São Paulo. Os demais serão orientados pelo Ministério da Saúde para a implantação das salas.

Orientação
O Ministério da Saúde recomenda que as gestantes adotem medidas que possam reduzir a presença de mosquitos transmissores de doença, com a eliminação de criadouros, além de se protegerem da exposição de mosquitos, mantendo portas e janelas fechadas ou teladas, usar calça e camisa de manga comprida e utilizar repelentes permitidos para gestantes. Também faz parte destas orientações o acompanhamento e as consultas de pré-natal, com a realização de todos os exames recomendados pelo médico. O Ministério da Saúde reforça ainda a orientação de não consumirem bebidas alcoólicas ou qualquer outro tipo de drogas, não utilizar medicamentos sem orientação médica e evitar contato com pessoas com febre ou infecções.

Zika
Atualmente, a circulação do Zika é confirmada por meio de teste PCR, com a tecnologia de biologia molecular. A partir da confirmação em uma determinada localidade, os outros diagnósticos são feitos clinicamente, por avaliação médica dos sintomas.

O Ministério da Saúde capacitou mais 11 laboratórios públicos para realizar o diagnóstico de Zika. Contando com as cinco unidades referência no Brasil para este tipo de exame, já são 16 centros com o conhecimento para fazer o teste. Nos dois próximos meses, a tecnologia será transferida para mais 11 laboratórios, somando 27 unidades preparadas para analisar 400 amostras por mês de casos suspeitos de Zika em todo o país.

Larvicidas
O Ministério da Saúde enviou, este mês, larvicida aos estados do Nordeste e Sudeste, o suficiente para tratar um volume de água equivalente a 3.560 piscinas olímpicas. São mais 17,9 toneladas do produto utilizado para eliminar as larvas do mosquito Aedes aegypti. O quantitativo é suficiente para proteger 8,9 bilhões de litros de água e corresponde à demanda apresentada pelas próprias Secretarias Estaduais de Saúde, levando em consideração a situação epidemiológica local e o histórico de consumo.

Em 2015, no total foram enviadas 114,4 toneladas de larvicida para todo o país, quantidade suficiente para o tratamento de 57,2 bilhões de litros de água.  Para o próximo ano, o Ministério da Saúde já adquiriu mais 100 toneladas do produto, que deverá garantir o abastecimento até junho de 2016, um investimento na ordem de R$ 10 milhões.

 Ministério da Saúde

terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Dilma assina decreto e eleva salário mínimo para R$ 880

A partir do dia 1º de janeiro de 2016, o salário mínimo será de R$ 880. O valor foi definido em decreto assinado hoje (29) pela presidenta Dilma Rousseff, que será publicado no Diário Oficial da União de amanhã (30).

O aumento do salário mínimo será de 11,6%, já que, atualmente, o valor é de R$ 788. "Com o decreto assinado hoje pela presidenta Dilma Rousseff, o governo federal dá continuidade à sua política de valorização do salário mínimo, com impacto direto sobre cerca de 40 milhões de trabalhadores e aposentados, que atualmente recebem o piso nacional", diz nota divulgada pelo Palácio do Planalto.

A proposta de Orçamento aprovada pelo Congresso Nacional previa um salário mínimo de R$ 871. Ainda hoje o governo irá dar mais detalhes sobre o novo valor do salário para o ano que vem.

Fonte:terra.com

Polícia retira corpo de idosa de caixão durante velório e investiga maus-tratos

O velório de uma idosa de 69 anos identificada como Francisca da Silva Carvalho foi interrompido na cidade de Cocal, Norte do Piauí. O caso ocorreu na tarde da segunda-feira (28) depois que um irmão da vítima denunciou à Polícia Civil que uma filha da senhora a agredia constantemente e que os maus-tratos poderiam ter causado a morte.

A idosa foi encontrada morta no
quarto no domingo (27) e seria sepultada no fim da tarde de segunda-feira. A polícia não soube informar se a mulher tinha problemas de saúde.

“Eu recebi a denúncia de que a idosa era agredida e ontem um parente veio fazer um boletim de ocorrência dizendo que a filha dela era a autora das agressões. Então resolvemos ir até a casa da idosa onde acontecia o velório e removemos o corpo para investigar a denúncia”, explicou o policial civil Walter Brune.

O corpo foi enviado para a realização de exames periciais em Parnaíba, no litoral do Piauí. Ainda conforme Walter Brune, o perito não encontrou causa morte do pescoço para baixo e como o Instituto de Medicina Legal (IML) de Parnaíba não realiza exames na cabeça, o corpo foi enviado para o IML de Teresina.

Um inquérito policial foi aberto para investigar o caso. A Polícia Civil ouviu a filha da idosa, que confessou aos policiais que batia na mãe porque ela chorava muito à noite.

“Ela disse que a mãe chorava muito à noite e por isso perdia a paciência com a idosa. No próprio depoimento ela falou que chegou a dar duas lapadas na mãe. No velório ela não tinha feição de quem estava triste com a morte da idosa, mas tudo será investigado”, falou o policial civil.

Também em depoimento à polícia, o filho e a nora da própria suspeita afirmaram que ela teria dado uma cadeirada na idosa no sábado (26). “O filho da suspeita disse que a mãe batia na avó e a mulher dele falou que ela teria dado uma cadeirada nela. Essa denúncia será apurada”, contou Walter.

A polícia aguarda o resultado da perícia e colherá mais depoimentos. A filha da idosa foi liberada após prestar depoimento à polícia, mas segundo o policial, poderá ser presa no decorrer das investigações.

Fonte: G1 PI