SÃO MIGUEL EM ALTA

SÃO MIGUEL EM ALTA

domingo, 31 de maio de 2015

Palmeiras se reabilita em Itaquera e deixa o Corinthians em crise


O técnico Tite ironizava o termo “crise” antes do clássico contra o Palmeiras, recorrendo à campanha do Corinthians no Campeonato Brasileiro para amenizar os seus problemas. A partir deste domingo, porém, não restam mais dúvidas. No primeiro jogo desde a dispensa do ídolo peruano Paolo Guerrero, a combalida equipe treinada pelo gaúcho foi derrota por 2 a 0 em Itaquera, reabilitou o rival e deixou de enfrentar apenas um mau momento.

Cobrado por seus torcedores – com direito ao arremesso de uma bateria de telefone celular no gramado –, o Corinthians foi para o intervalo já com a desvantagem de dois gols no placar. A sua defesa falhou nos gols de cabeça do atacante Rafael Marques e do meia Zé Roberto, o segundo já nos acréscimos.

O resultado só não colocou ainda o Corinthians na parte inferior da tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, já que o time acumulou 7 pontos ao vencer Cruzeiro e Chapecoense por 1 a 0 e empatar sem gols com o Fluminense nas três primeiras rodadas. Na próxima, na quarta-feira, buscará a reação contra o Grêmio, em Porto Alegre.

Já o Palmeiras agora está aliviado. Se corria risco de desemprego, o técnico Oswaldo de Oliveira agora aparece em alta como quem foi duas vezes algoz corintiano em Itaquera (ele havia comemorado anteriormente a vitória nos pênaltis nas semifinais do Campeonato Paulista). O que fez a torcida alviverde se encher de motivos para gozar ainda mais o rival. Durante o clássico, um drone com o uniforme do paraguaio Guaraní (também vitorioso no estádio corintiano, na Copa Libertadores da América) sobrevoou o estádio da Zona Leste.

O Palmeiras também alçou voo no Campeonato Brasileiro. A primeira vitória fez a equipe atingir os 5 pontos ganhos depois dos empates por 2 a 2 com os reservas Atlético-MG e por 0 a 0 com o Joinville (sem torcida) – no fim de semana, houve derrota por 1 a 0 para o Goiás. Na quinta-feira, o compromisso também será contra um adversário gaúcho, o Internacional, no Palestra Itália.

Fonte: Gazeta Esportiva

sábado, 30 de maio de 2015

Novo túnel é descoberto próximo a pavilhão reformado de Alcaçuz


Mais um túnel foi encontrado na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, no município de Nísia Floresta. Este é o segundo encontrado somente nesta semana.

Apesar do Pavilhão 4 ter sido recentemente reformado, a unidade já contabiliza o segundo incidente desde a sua reinauguração que ocorreu no último dia 15.
O novo túnel foi encontrado no início da manhã de hoje (30) por policiais militares responsáveis pela guarda do presídio. A cratera já possuía um buraco de abertura do lado do muro externo, nas proximidades do pavilhão. Por esse motivo, existe a suspeita que alguns apenados tenham conseguido fugir, embora a direção do presídio não confirme a evasão de presidiários.


Equipes do Batalhão de Policiamento de Choque (BPChoque) e do Corpo de Bombeiros estiveram no local. Existiu ainda a possibilidade de que um dos presos estivesse soterrado, mas até o momento não foi possível confirmar essa informação.

Numinuto

Ministro da Integração assina convênio de R$ 4 milhões em obras contra a seca

O ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, e o governador Robinson Faria, assinaram, no final da manhã desta sexta-feira (29), um convênio que garante o valor de R$ 4 milhões a ser aplicado em obras emergenciais de convivência com a seca. O Ministério assegurou para o Rio Grande do Norte recursos da ordem de R$ 200 milhões.

O montante será aplicado na conclusão do Sistema Alto Oeste, na adutora de engate rápido Currais Novos-Acari, na barragem de Oiticica e no reforço da operação com carros-pipa. “A soma ultrapassa até os R$ 200 milhões. Das obras mais emergenciais, talvez apenas a barragem de Oiticica fique para os próximos exercícios. Em relação às demais obras, nossa intenção com o governo do estado, é concluí-las ainda este ano. Fora o apoio que o Governo Federal vai continuar dando, através do Exército, e este apoio mais emergencial que é o carro-pipa para a área urbana”, assinalou o ministro, que também participou do Seminário Regional “Nordeste 60 anos depois – mudanças e permanências”, realizado na Escola de Governo Cardeal Eugênio Sales, no Centro Administrativo, em Natal.

Robinson ressaltou a importância da parceria entre o Governo Federal e o Governo do Estado. “Em um momento como este, é fundamental fortalecer esta parceria que já existe com o Governo Federal. O Governo do Estado tem plenas condições de angariar recursos. Temos projetos, propostas e uma equipe técnica competente para discutir soluções para a crise hídrica”, assinalo.
ASSECOM/RN

ASSECOM/RN

ASSECOM/RN

Dilma critica financiamento empresarial de campanhas

A presidente Dilma Rousseff afirmou, nesta sexta-feira, que é a contra as doações feitas por empresas a candidatos e partidos políticos. A posição, defendida por Dilma durante congresso do PCdoB em São Paulo nesta noite, contraria a reforma política que está sendo votada pelo Congresso Nacional. Sob o comando do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), os deputados aprovaram, na quarta-feira, o financiamento privado das campanhas. Num discurso de mais de uma hora, Dilma também defendeu o ajuste fiscal e afirmou que o governo atingiu o limite da capacidade de usar seus recursos para proteger a economia.

— Considero que temos que introduzir na Constituição o fim do financiamento empresarial de campanha. Temo que isso esteja sendo postergado — disse Dilma, numa crítica indireta a Cunha.

A proposta defendida por Cunha e aprovada pelos deputados prevê o oposto: inserir, na Constituição, a permissão de que empresas possam doar para partidos políticos. Ainda sobre a agenda do Congresso, Dilma se colocou contra a redução da maioridade penal:

— Fico preocupada com o avanço de algumas questões. Tem conquistas civilizatórias que não vamos poder voltar atrás. Me refiro à redução da maioridade penal. Nós temos posição clara de punir o adulto que recruta a criança para usá-la como uma espécie de escudo penal — afirmou, em referência ao projeto de lei de redução da idade penal de 18 para 16 anos aprovada recentemente pela Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados.

AJUSTE FISCAL

Falando para uma plateia formada por cerca de 500 militantes e dirigentes do PCdoB, Dilma falou sobre a crise econômica que o país atravessa e sobre medidas de ajuste nas contas públicas defendidas por seu governo:

— Chegamos ao limite da nossa capacidade de utilizar os recursos do governo federal para proteger nossa economia. Vamos ter que dar uma reequilibrada no fiscal, será uma mudança tática — afirmou a presidente, que prosseguiu:

— Um país não faz ajustes gastando mal nem sucateando seus programas sociais e de infraestrutura. É esse o desafio que o governo está apresentando e que exige rapidez.

A rapidez a que Dilma se refere é dos parlamentares para aprovar não apenas as medidas provisórias que alteram benefícios trabalhistas mas também o projeto de lei que reduz a desoneração da folha de R$ 25 bilhões para R$ 12 bilhões. O projeto deve entrar em votação no Congresso no próximo mês.

Bem humorada, a presidente chegou ao 10o Congresso Nacional do PCdoB em São Paulo sorridente, de casaco vermelho, e entoou com entusiasmo o canto de "Um, dois, três, quatro, cinco, mil, e viva o Partido Comunista do Brasil". O ato foi interpretado como um gesto de reaproximação com a base do governo. Dilma insuflou a militância comunista a apoiá-la, a despeito das medidas duras que tem tomado, em uma fala que pode ser considerada uma estocada nos próprios petistas, reticentes em apoiar o ajuste fiscal de Dilma:

— O PC do B sabe o significado da palavra prioridade quando precisamos unir forças em torno de questões nacionais. Tenho certeza de que posso continuar contando com vocês — afirmou Dilma. — Vamos enfrentar a adversidade da atual conjuntura sem permitir que as forças populares e progressistas que nos apoiam se dispersem.

A mensagem foi clara. Nas últimas duas semanas, o PCdoB agiu de modo infiel no Congresso. O partido votou contra o governo e a favor da flexibilização do fator previdenciário, que deve aumentar os gastos públicos com aposentadorias. A derrota da situação na Câmara foi considerada sobretudo fruto da traição dos comunistas. Os parlamentares do PCdoB também fecharam questão com o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, sobre diversos tópicos da reforma política, contrariando o PT.

- Apoiamos o distritão e em troca o Cunha ajudou a impedir a aprovação do fim das coligações proporcionais e fez passar uma cláusula de barreira light — afirmou um dos deputados da sigla, que não quis ser identificado.

De pequeno porte, o PCdoB estaria em risco caso fosse aprovada uma regra mais rígida de desempenho eleitoral. Ao mesmo tempo, a coligação em eleições proporcionais costuma favorecer partidos menores, que elegem seus candidatos beneficiando-se dos votos obtidos pelos partidos maiores da aliança.

PROGRAMAS MANTIDOS

Dilma reafirmou que programas como Bolsa-Família, Mais Médicos, FIES, Pronatec, Prouni, entre outros, não sofrerão reduções drásticas com o ajuste fiscal. Anunciou que, em agosto, o Minha Casa, Minha Vida 3 terá início e que deverá construir mais 3 milhões de casas populares.

— O Estado brasileiro tem que ser reformado, mas não é torná-lo mínimo, é torná-lo mais qualificado, com serviços públicos de qualidade — disse a presidente. — É mais fácil melhorar a renda, mas melhorar a estrutura educacional do país, o atendimento de saúde, isso é um processo.

Muito à vontade, Dilma disse ter o ex-presidente do PCdoB, Renato Rabelo, como um grande conselheiro. Acusada de estar distante do PT, de Lula e da base, ela negou que sinta solidão no comando do país:

— Eu não me sinto sozinha, não. É interessante, sozinha a gente se sente numa cela. No Palácio do Planalto não me sinto sozinha, nem no Alvorada — disse, arrancando risos e aplausos dos militantes comunistas.

Fonte: O Globo

sexta-feira, 29 de maio de 2015

Nono dígito no celular começa a valer domingo para CE, AL, PB, RN, PE e PI

As ligações para celulares de Pernambuco (DDDs 81 e 87), Alagoas (82), Paraíba (83), Rio Grande do Norte (84), Ceará (85 e 88) e Piauí (86 e 89) terão que incluir o nono dígito a partir deste domingo (31). A medida, que já vale para outros estados, consiste em digitar 9 antes dos outros oito números do telefone.Nono dígito no celular começa a valer domingo para CE, AL, PB, RN, PE e PI

Essa regra vale tanto para chamadas feitas a partir de telefones fixos, públicos ou privados, quanto de outros celulares, independente da operadora e do local de onde a pessoa está ligando. Também será preciso incluir o nono dígito para enviar mensagens de texto.

Já as ligações para telefones fixos nesses estados não mudam.

De acordo com a Anatel, haverá um período de transição, que vai até 9 de junho, em que as chamadas para os celulares daqueles cinco estados serão completadas digitando-se oito ou nove números. Entre 10 de junho e 9 de julho, quem discar apenas os oito dígitos passará a ouvir uma mensagem sobre a mudança. A partir de 10 de julho, apenas as chamadas com nono dígito serão completadas.

No caso das mensagens de texto, o convívio duplo também acontece até 9 de julho. Depois dessa data, a ausência do nono dígito vai impedir que a pessoa receba a mensagem.

O plano da Anatel prevê que até 2016 todos os celulares do país terão o nono dígito. Essa medida foi adotada devido à escassez da oferta de novos números em grandes centros, principalmente em São Paulo e no Rio de Janeiro, mas será estendida ao restante do Brasil para padronizar os números e evitar confusão.

O cronograma prevê a implantação do nono dígito em Minas Gerais, Bahia e Sergipe a partir de 11 de outubro. Na última fase de implantação, no ano que vem, serão atingidos os estados do Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Rondônia, Acre, Goiás, Tocantins, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso, além do Distrito Federal.

Em São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Amazonas, Roraima, Amapá, Pará e Maranhão, o nono dígito já está em vigor.

Fonte: G1

Estabelecimento comercial é furtado em São Miguel/RN

Um estabelecimento comercial localizado próximo a Praça de Eventos, no centro de São Miguel/RN, foi furtado nesta quarta-feira(27). O(s) Larápio(s) levaram duas caixas de cervejas, dois pacotes de refrigerantes e sessenta litros de diversas bebidas.


A Polícia ao tomar conhecimento do fato passou a diligenciar, mas até o presente não obtiveram êxito.
 

quinta-feira, 28 de maio de 2015

SECRETÁRIA DA AÇÃO SOCIAL TRABALHO E HABITAÇÃO –SEBEM DE SÃO MIGUEL, ELIZANGELA RÊGO, BUSCANDO O MELHOR PARA CUIDAR DA NOSSA GENTE





A Secretaria do Bem Estar social, trabalho e Habitação do Município de São Miguel, Elizangela Maria Rêgo participou, na Escola do Governo - Centro Administrativo do estado RN, junto à do trabalho, da Habitação e a Secretaria de Estado e da Assistência Social-SETHAS, do encontro Estadual da Assistência Social, com o tema: Os desafios e possibilidades da gestão, SUAS (Sistema Único da Assistência Social) e do programa Bolsa Família e cadastro único do Rio Grande do Norte.

O evento contou com a participação da Secretária Nacional da Assistência Social, Lêda Castro o e o Secretário Nacional de Renda e Cidadania, Helmut Schwarzer, além de gestores e autoridades convidadas, objetivando discutir a construção e o fortalecimento do SUAS - Sistema Único da Assistência Social, a partir da perspectiva do programa Bolsa Família e cadastro único para os nossos Municípios.

Em duas horas, Romário reúne assinaturas para abrir CPI da CBF

Em menos de duas horas, o senador Romário Faria (PSB-RJ) conseguiu 52 assinaturas para instalar a CPI do futebol no Senado. O intuito da investigação é averiguar a situação interna da CBF, que teve a prisão de seu ex-presidente, José Maria Marín, nesta quarta-feira. Marín foi indiciado junto de outros cartolas por ligação com esquemas de corrupção na Fifa.
“Acabei de coletar as 52 assinaturas para abertura da CPI da CBF e gostaria de agradecer a todas as senadoras e senadores que assinaram”, contou o senador e ex-jogador através das redes sociais. Para conseguir protocolar o pedido, o Baixinho precisava de, no mínimo, 27 assinaturas. Com quase o dobro, agora dá os primeiros passos para investigar contratos de patrocínio da CBF e realização da Copa das Confederações e da Copa do Mundo.

“CPI essa que entendo que será muito importante e muito decisiva nesse momento que estamos vivendo no futebol brasileiro. Nós soubemos hoje da prisão do ex-presidente da CBF, atual vice-presidente, José Maria Marín, na Suíça, através do FBI e da polícia suíça. Eu acredito que essa será uma grande resposta dessa casa do Senado para a nossa sociedade brasileira: a abertura dessa CPI”, escreveu Romário.

Outra tentativa de abrir a CPI havia sido barrada em 2013. A princípio, o senador Mário Couto (PSDB-PA) reuniu 34 assinaturas. Depois de uma semana, apenas 25 mantiveram o apoio. Foi insinuado, na época, que a própria CBF teria articulado a situação.

“Estou levando em mãos essas assinaturas para que eu possa protocolar e pedir para Vossa Excelência para podermos abrir essa CPI e definitivamente desvendar essa caixa preta que existe dentro da CBF”, concluiu Romário.

Gazeta Esportiva

Flamengo cede empate ao Náutico no Maracanã e sai em desvantagem

Depois do péssimo início de Campeonato Brasileiro, que causou a demissão do técnico Vanderlei Luxemburgo, o Flamengo voltou a decepcionar sua torcida. Em partida disputada na noite desta quarta-feira, no Maracanã, o Rubro-Negro da Gávea ficou no empate por 1 a 1 com o Náutico, em jogo de ida válido pela terceira fase da Copa do Brasil.

Dirigido pelo auxiliar Jayme de Almeida, o Flamengo voltou a mostrar muita irregularidade durante os 90 minutos e saiu vaiado pela pequena torcida que compareceu ao estádio.

Na partida da volta, o Náutico pode se classificar com um empate sem gols. Os tentos foram marcados por Wallace, para o Flamengo, e Douglas que garantiu o empate alvirrubro, no segundo tempo.

Gazeta Esportiva

Câmara aprova fim da reeleição para presidente, governadores e prefeitos

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira o fim da reeleição para prefeito, governador e presidente da República. A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) ainda depende de votação em segundo turno na Casa e da concordância do Senado Federal. A medida teve 452 votos favoráveis e 19 contrários. A votação se deu no esforço da Câmara para apreciar temas da reforma política ao longo da semana.

A emenda da reeleição foi aprovada em 1997 e possibilitou que o então presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e os governadores em exercício buscassem um segundo mandato. Na época, houve acusações de compra de votos para a aprovação da medida.

Na votação desta quinta, todos os partidos orientaram suas bancadas a votar pelo fim da reeleição. O deputado Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR) fez um mea culpa: "Eu votei pela reeleição na época e me arrependo amargamente. É um instituto para país desenvolvido e não um país em construção como o Brasil", disse ele.

O líder do PMDB, Leonardo Picciani (PMDB-RJ), também apoiou a mudança. "A reeleição foi um instrumento que não se mostrou construtivo para o país e causou muitas distorções", disse ele. Na maior parte dos casos, os críticos da reeleição afirmaram que a prática é uma das causas da corrupção na política.

Dentre os poucos parlamentares que defenderam a possibilidade de reeleição, o argumento era o de que o instituto não é responsável direto por desvios. "O que nós temos que fazer é melhorar o processo eleitoral", disse Celso Pansera (PMDB-RJ).

Nesta quinta-feira, a Câmara deve estabelecer o tamanho do mandato eleitoral. O mais provável é que o mandato seja estendido para cinco anos - sem, contudo, afetar os atuais governantes. A Casa também decidirá se implementa a coincidência de eleições. Nesse caso, vereadores e prefeitos seriam eleitos no mesmo ano em que deputados, senadores, governadores e o presidente.

Fonte: Veja Online

RN: pagamento do mês de maio dos servidores estaduais

O governo do Estado do Rio Grande do Norte, através da SEPLAN, disponibilizou informações ao SINSP/RN sobre o calendário de pagamento dos servidores estaduais referente ao mês de maio. 

Na quinta-feira (28), irão receber todos os servidores estaduais inativos e pensionistas independente de faixa salarial.

E na sexta-feira (29), o governo do estado pagará a todos os servidores estaduais. Independente de faixa salarial, de secretaria e de órgão.
*Informações no SINSP/RN

PM do Encanto prende foragido da justiça, suspeito de praticar vários furtos na região.

Na tarde de domingo(24), PM's do Destacamento Policial do Encanto/RN, sob comando do Cabo Augusto,  conseguiram prender em flagrante delito a pessoa de Joseilson da Silva Bessa, mais conhecido como Fantinha. O qual estava em lugar de difícil acesso no Sitio Nova Esperança, zona rural do município. No momento da prisão o mesmo se encontrava de posse de uma espingarda bate-bucha, porém não esboçou reação. Nos últimos dias a pessoa de Fantinha havia deixado de comparecer para assinar no Presídio de Pau dos Ferros, segundo informações nesse período Fantinha praticou diversos furtos nas cidades de Encanto e Rafael Fernandes. 

No momento da prisão Fantinha admitiu alguns furtos praticados. É notável na população de Encanto o alívio pela prisão desse cidadão, muito conhecido pelos crimes praticados na região.

*Dantense News

terça-feira, 26 de maio de 2015

CGU divulga índice de transparência; Avaliação se soma ao Transparência RN



Em comemoração aos três anos de vigência da Lei de Acesso à Informação (LAI), a Controladoria-Geral da União (CGU) lançou o índice que mede a transparência pública em estados e municípios brasileiros. É a Escala Brasil Transparente (EBT), metodologia criada pela CGU para avaliar o grau de cumprimento às normas da Lei nº 12.527/2011, que entrou em vigor em 16 de maio de 2012.

No total, foram analisados 492 municípios com até 50 mil habitantes, incluindo todas capitais, além dos 26 estados e do Distrito Federal. Todos os entes avaliados receberam uma nota de 0 a 10 pontos, calculada pela soma de dois critérios: regulamentação da LAI (25%) e efetiva existência e atuação do Serviço de Informação ao Cidadão (75%).

A criação de uma nota gerou um ranking dos entes avaliados. Segundo a escala, os estados do Ceará e de São Paulo são os mais transparentes do país, ambos com nota máxima. Eles são seguidos do Paraná, de Sergipe, de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul, com notas 9,72; 9,31; 9,17 e 9,17, respectivamente. O Amapá e Rio Grande do Norte figuram no final da lista com notas zero.

Em âmbito municipal, Apiúna (SC) e São Paulo (SP) receberam nota dez. Contudo, 63% dos municípios avaliados tiraram nota zero e cerca de 23%, entre um e dois. Apenas sete municípios, tiraram notas entre nove e dez (1,4%), sendo cinco da região sul. No caso das capitais, os três mais transparentes foram São Paulo (SP), Curitiba (PR) e Brasília (DF), com notas 10; 9,31; e 8,89, respectivamente. Macapá (PA), Porto Velho (RO) e São Luís (MA) não pontuaram.

A amostra foi obtida a partir de uma seleção aleatória para os municípios com até 50 mil habitantes, conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2014. A avaliação ocorreu apenas no Poder Executivo. Foi reservado um percentual aproximado de 9% para municípios de cada estado. Também foram incluídas no levantamento todas as capitais, bem como todos os estados e o Distrito Federal.

Os resultados mostram como as Prefeituras estão respondendo aos pedidos de informação (Transparência Passiva) formulados.

TRANSPARÊNCIA RN
No Rio Grande do Norte, uma atuação articulada entre o Ministério Público Estadual (MPRN), Ministério Público Federal (MPF), Controladoria Geral da União (CGU/RN) e Tribunal de Contas da União (TCU/RN), divulgou no final do mês passado levantamento semelhante sobre a transparência ativa (Portal da Transparência) dos 167 municípios do Estado, com o objetivo de atender os anseios do cidadão em saber como seu dinheiro vem sendo investido pelo poder público local, em cada cidade.

Os dados foram coletados nos meses de fevereiro e março deste ano de 2015. Os municípios irregulares poderão sofrer a suspensão dos repasses de recursos provenientes de convênios do Estado e da União. Uma Recomendação foi encaminhada aos municípios que não possuem portal da transparência ou possuem portal mas também precisam se adequar, e o prazo dado foi de 90 dias para o cumprimento legal. No segundo semestre, um novo levantamento será feito e após a nova conferência, os municípios remanescentes que ainda estiverem irregular poderão ser apontados para o Estado e a União para a suspensão das transferências voluntárias, como os repasses dos recursos de convênios.

SERRA CAIADA E CAMPO GRANDE

O Centro de Apoio Operacional às Promotorias Justiça do Patrimônio Público (Caop-PP) do MPRN ressalta que os municípios de Serra Caiada e de Campo Grande sofreram mudança de seus nomes (Presidente Juscelino e Augusto Severo, respectivamente) e saíram do estado vermelho, passando à condição azul na identificação dos municípios do Rio Grande do Norte que tiveram validados seus dados nos Portais da Transparência correspondentes. Em nova análise feita, os Municípios apresentaram portais com algum dado de 2015.

Com informações da CGU.MP/RN

Confira aqui mapa dos municípios com a situação de implantação do portal da transparência.


Galeno Torquato sugere criação de Frente Parlamentar da Água

O deputado estadual Galeno Torquato (PSD) sugeriu, na sessão ordinária desta terça-feira (26), a criação da Frente Parlamentar da Água com o objetivo de que os deputados se unam a toda classe política do Rio Grande do Norte em busca de soluções para a crise hídrica no Estado.

“Os municípios do Oeste, por exemplo, estão em situação gravíssima. Os açudes estão vazios, o rebanho quase inexiste, a produção agrícola está perdida e as pessoas agora estão com falta de água potável para beber. A situação deve ser pior a partir de outubro e precisamos de uma solução imediata”, conta o deputado Galeno Torquato.

Para o parlamentar, a união política é fundamental neste momento na busca de soluções para o problema, que segundo ele é o maior que estamos vivendo. “A frente parlamentar precisa discutir junto com o Governo e com a bancada federal soluções para essa crise. Temos que ir unidos a Brasília buscar recursos para os projetos à longo prazo e também emergenciais, como poços e carros pipa”, afirmou Galeno.

Deputados participam de discussão sobre crise hídrica
Em apartes, praticamente todos os deputados presentes na sessão desta terça-feira contribuíram com a discussão levantada por Galeno Torquato (PSD) sobre a crise hídrica no Estado. Todos concordaram que a situação é a mais grave do Estado e que precisa de prioridade e união da classe política em busca de recursos. O presidente da Casa, Ezequiel Ferreira de Souza (PMDB), parabenizou Galeno pela sugestão da criação de uma Frente Parlamentar. “O colapso de água que o RN vive tem que ser encarado com altivez, com a seriedade que esta Casa está tratando”, afirmou Ezequiel.

O presidente da Assembleia disse ainda que se reuniu nesta segunda-feira (25) com o diretor do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS), Walter Gomes, sobre soluções emergenciais para a região do Seridó. O parlamentar disse que seriam necessários recursos financeiros do Governo Federal para carros pipa e para a obra das adutoras de Oiticica e de Currais Novos. “Precisamos de uma política para o Nordeste. Reunir governadores e deputados da região para que o Governo Federal priorize, mesmo com as dificuldades financeiras, essa situação inadmissível”, disse ele.

O deputado Carlos Augusto Maia (PTdoB) sugeriu que a Frente Parlamentar faça uma visita técnica no interior do Estado, onde a situação é mais crítica. Gustavo Fernandes (PMDB) disse que entregou um estudo para o presidente da Caern para a criação de uma adutora na região Oeste, através de poços profundos. Tomba Farias (PSB) alertou para a crise na agricultura que deverá surgir com a falta de água. Dison Lisboa (PSD) disse que o Governo Federal precisa priorizar o Rio Grande do Norte.
Gustavo Carvalho (PROS) chamou de calamidade pública a situação do Estado e quer prioridade do Governo Federal para o assunto. Já José Dias (PSD), chamou de “desastre” a situação que vive o Estado e disse que a falta de dinheiro do Governo Federal não pode ser argumento para falta de solução dos problemas de abastecimento.

Getúlio Rêgo (DEM) disse que projetos de adutoras e da transposição do Rio São Francisco não são emergenciais e que a crise precisa de ações imediatas. Hermano Morais (PMDB) lembrou a audiência pública realizada na Assembleia sobre a seca no início da legislatura e pediu que os Governos estadual e federal agissem imediatamente.

O líder do Governo na Assembleia, deputado Fernando Mineiro (PT), explicou os projetos desenvolvidos pelo Estado para combater a crise hídrica, principalmente no que diz respeito ao consumo humano. “O Governo criou um Comitê de Gestão Integrada e está unindo esforços, mas o que precisamos é de uma política estadual de recursos hídricos”, contribuiu Mineiro.

Assembleia Legislativa/RN

Cidadão tem moto tomada de assalto na zona rural de São Miguel/RN

Na zona rural de São Miguel/RN, por volta das 22h:00 de domingo(24), um cidadão teve sua motocicleta Honda fan, cor vermelha, placa OSG 4736/CE, tomada por dois malévolos que ocupavam outra moto, com características não anotadas.

A Polícia diligenciou nas proximidades onde ocorreu o roubo e ninguém foi preso.
 

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Sesap monitora casos de zika vírus. 18 casos foram confirmados no Estado






Desde o mês de março o Ministério da Saúde vem acompanhando de perto a ocorrência de casos de doenças com manchas na pele (as chamadas doenças exantemáticas) – incluindo o zika vírus - nos estados do Rio Grande do Norte, Maranhão e Paraíba.
Um grande estudo vem sendo feito pela equipe do

Programa de Treinamento em Epidemiologia Aplicada aos Serviços do SUS (EPISUS/MS), Coordenação Geral de Vigilância e Resposta às Emergências em Saúde Pública (CGVR) e Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS), com o objetivo de confirmar a existência de um surto de doença exantemática, identificando os agentes etiológicos através da análise de prontuários, triagem de casos, entrevistas, identificação de sinais e sintomas, além da coleta de amostras de pacientes atendidos nos Hospitais Giselda Trigueiro, Sandra Celeste e Hospital dos Pescadores para análise em laboratórios de referência.

As amostras serão testadas para dengue, sarampo, rubéola, parvovírus, arbovírus, zika, enterovírus e vírus respiratório, no Laboratório Central (Lacen-RN), Instituto Evandro Chagas (IEC) e Fiocruz/RJ, com possibilidade de envio também para outros países. O Ministério da Saúde irá aguardar o resultado dos exames para produzir um relatório final e conclusão da investigação.
 

Dentro deste cenário, a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) está monitorando os casos de zika vírus em todo o Rio Grande do Norte. Desde o último dia 14 de maio, quando o Ministério da Saúde confirmou a introdução do vírus no Brasil, o RN registrou um total de 18 casos de zika vírus, distribuídos nos municípios de Natal – com 16 casos confirmados – e São Gonçalo do Amarante – com dois casos confirmados.

De acordo com Kristiane Fialho, subcoordenadora de vigilância epidemiológica da Sesap, o estudo feito pelo EPISUS/MS ajudará numa definição mais qualificada dos casos suspeitos. “O Ministério da Saúde está aos poucos definindo as diretrizes e nós, como vigilância, estamos buscando as informações para prosseguir com o controle vetorial dos focos do mosquito Aedes Aegypti que é o transmissor da doença”, explicou Kristiane.

O zika é uma doença viral, benigna e que tem cura. Os sintomas são febre baixa (ou ausência de febre) e o maior incômodo é o prurido (coceira), além das manchas vermelhas, inchaço nas extremidades e dor atrás dos olhos, que também podem ficar vermelhos. A transmissão se dá por meio da picada do mosquito Aedes Aegypti, o mesmo da dengue, e há um período de incubação de cerca de quatro dias. O tratamento é baseado no uso de medicamentos para o alívio da febre e dor.

Não há registros de óbitos causados pela doença. “Mas é importante chamar a atenção para as medidas de prevenção que também são semelhantes às da dengue e da chikungunya. Não existem medidas de controle específicas direcionadas ao homem, uma vez que não se dispõe de nenhuma vacina ou drogas antivirais. Dessa forma o controle está centrado na redução da densidade vetorial como, por exemplo, mantendo o domicílio limpo eliminando os possíveis criadouros”.

ASCOM/SESAP