SÃO MIGUEL EM ALTA

SÃO MIGUEL EM ALTA

domingo, 31 de agosto de 2014

Agricultora é assassinada pelo marido na zona Rural de Coronel João Pessoa/RN


Uma crise permanente de ciúmes, seguida de uma briga pode ter sido a causa da morte brutal da agricultura Iane Maria da Silva de 31 anos de idade. O fato aconteceu na madrugada deste domingo, 31 de Agosto, no Sítio Pescaria, Zona Rural do município de Coronel João Pessoa/RN.

De acordo com informações a vítima foi morta por volta de 4h30min da manhã em uma estrada carroçável a poucos metros de sua residência. Ela foi alvejada na testa com um disparo transfixante de uma arma do tipo espingarda.

O acusado de cometer o crime é o seu próprio companheiro identificado como José Pereira Filho de 38 anos de idade, com que a vítima tinha duas crianças de 02 e 11 anos. Após matar a mulher o criminoso ameaçou os vizinhos que presenciaram as cenas de brutalidade.

Segundo informações apuradas pela polícia, o casal passou a noite em uma festa em uma comunidade vizinha e quando retornaram pra casa, por volta de 4 horas da manhã, já vinham discutindo pelo caminho. A briga continuou dentro da residência e quando Iane tentou fugir, foi alcançada e morta a uns 300 metros da casa onde morava com o assassino.

A Policia Militar foi avisada por familiares da vítima que o acusado mandou dizer que voltaria para matar os outros familiares dela, que moram na comunidade, os dois filhos do casal e depois cometeria o suicídio.

Viaturas da Polícia Militar das cidades de Encanto e Coronel João Pessoa estiveram na comunidade e fizeram o isolamento do local até a chegada da equipe do Instituto Técnico e Cientifico de Polícia (ITEP) que no final da manhã removeu o corpo da vítima para a sua sede na cidade de Mossoró aonde o mesmo será necropsiado.


*O Câmera

AGENDA DE SHOWS DE DEDÉ SABINO O FENÔMENO MICAELENSE

O PROJETO FIM DE TARDE NA LAGOA NA 3º E 4º NOITE

 O 3º dia do projeto fim de tarde na lagoa foi dedicada a cultura afro-brasileira onde os grupos de capoeira Gingando Sempre e Resistência apresentou as diversidades de danças, a cidade de São Miguel vem se destacando na região do alto oeste potiguar.

O grupo Rotaract fez o concurso de desenho com o tema sobre a lagoa, brincadeiras com as crianças distribuição de balas, pintura entre outros, apresentação musical ficou por conta do canto Mosaniel cantando ao som do violão.

No 4º as atrações que esteve no parque da lagoa foi a apresentação do profissional em Educação física da Academias Adrenalina Fitnes que mostrou de como faz corretamente os exercícios e o não uso de suprimentos onde pode acarretar vários problemas de saúde, Artur Coimbra que faz sucesso em rede sociais e o baterista Elielson Maia neto do saudoso Pedro Rufino em memória.

O cantor Reniclebson e companhia cantou os sucessos do axé ao MPB na programação do projeto fim de tarde na lagoa.

Eleitorado nordestino deverá ser decisivo em eleição presidencial



Em um País de extensão continental as desigualdades regionais são grandes, determinando o perfil do eleitor. No Nordeste brasileiro, a secura do solo se confunde com a aridez de vidas humanas, formando uma geografia peculiar com demandas diversas, que não podem ser ignoradas no jogo do poder. Compreendendo 26,7% do eleitorado nacional, a região é um celeiro de votos indispensável na campanha à Presidência.

Para arrematar votos, Dilma Rousseff (PT), Aécio Neves (PSDB) e Marina Silva (PSB) criaram uma agenda de campanha mais incisiva na Região. Mesmo com propostas equânimes, eles entendem que para se chegar ao Executivo são necessárias ações que coloquem o nordestino como protagonista.

Nas últimas três eleições presidenciais, os estados nordestinos têm se destacado como principal bastião do Partido dos Trabalhadores no País. Em 2002, Luiz Inácio Lula da Silva foi eleito com 61,2% dos votos, sendo que, no percentual por região, ele garantiu no Nordeste uma votação superior à média nacional, com 61,5% dos eleitores. Este panorama seguiu-se nos pleitos posteriores, com a reeleição de Lula apoiada por 60,8% dos nordestinos, em 2006, e a presidente Dilma Rousseff atingindo uma marca de 70,5% da votação na Região, em 2010.

Segundo os especialistas, a boa avaliação do PT na Região, nos últimos 12 anos, se deve, sobretudo, à implementação de políticas de distribuição de renda e inclusão social, entre as quais está o Bolsa Família, que beneficiou milhares de nordestinos. Nos últimos 10 anos, as transferências do programa foram responsáveis pela criação e manutenção anual de 807 mil empregos e ocupações na Região Nordeste.

"No Brasil, cerca de 40% dos eleitores são de baixa renda, sendo que a maior parcela está no Nordeste. Nos últimos três governos, esta população foi bastante beneficiada. Isto tira a percepção de uma região que tinha o hábito do coronelismo e do voto do cabresto. O que se observa agora é um voto dessas classes C e D motivado por essas políticas sociais de inclusão", avaliou a cientista política e professora do Ibmec no Rio de Janeiro, Christiane Romeo.

O cientista político e professor da Universidade de Fortaleza (Unifor), Clésio Arruda, afirma que o voto revela os interesses da população. Ele entende que, como ainda se observa uma má distribuição de renda, o peso das políticas sociais vai ser mais incisivo na definição do voto. "É de se esperar que um político que se apresente com essas ações vai ter mais aceitabilidade na região", observou.

Propostas

Pelos últimos resultados eleitorais, a disputa política mostrou que ignorar um celeiro eleitoral com 38,1 milhões votos, perdendo apenas para o Sudeste, não é apenas um risco, mas um erro de estratégia para os presidenciáveis. Por causa disso, Dilma, Aécio e Marina estão com um discurso focado nos interesses da população nordestina e com propostas que atendam as suas necessidades.

"O Nordeste tem peso eleitoral bastante significativo e pode decidir uma eleição. Não podemos esquecer ainda do poder de influência que essa população tem sobre o resto do Brasil, já que estamos falando de pessoas que habitam outros estados e regiões do País, mas que são influenciadas pelo que acontece no Nordeste", considerou o presidente da Associação Brasileira de Consultores Políticos (Abcop), Carlos Manhanelli.

Tentativa tucana

Com o objetivo de melhorar a avaliação do PSDB na Região, o tucano Aécio Neves lançou, no último dia 23, em Salvador, o programa "Nordeste Forte", tratado pela campanha como a maior vitrine do partido entre a população nordestina.

Entre os principais pontos do projeto está a promessa de que as famílias nordestinas terão um renda per capita mínima de US$ 1,25 por dia. Ele também prometeu "evoluir o Bolsa-Família", tornando o programa uma "política de Estado". Uma das metas do presidenciável é se blindar do que os tucanos chamam de "tática do medo", que consiste nos rumores de que uma vitória da legenda levaria ao fim dos programas de transferência de renda implantados pelo PT.

Além do pacote de ações, o tucano iniciou um périplo pelo Nordeste e tenta agregar elementos da Região ao marketing de sua campanha. Chamado de "cabra do bem" na propaganda do PSDB, o mineiro ainda não conseguiu transformar o discurso em resultado e aparece em terceiro lugar nas pesquisas.

De acordo com Manhanelli, o principal erro do PSDB é ter um perfil muito ligado ao Sudeste, o que não garante a confiança do eleitor nordestino. Além disso, segundo o especialista, Aécio não é carismático. "O erro do PSDB foi ter formado uma chapa mineira e paulista, em vez de escolher um vice do Nordeste para dar a certeza de que as promessas iam se cumprir. Aécio não dá tranquilidade de o nordestino votar na chapa. A representabilidade dele não soma", avalia.

Em contrapartida, o que falta ao tucano, sobra a Dilma e Marina: uma relação construída com a Região. Enquanto a petista carrega um governo bem avaliado pela população local, Marina herda o legado do ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos, e um perfil ligado às classes menos favorecidas. "Marina assume o papel de Campos, tem um perfil negociador e não faz parte da esquerda tradicional. Já Dilma apresenta um resultado positivo no governo", considerou Christiane Romeo.

´Fator emoção´ acirra disputa

Com o acirramento da disputa após a morte de Eduardo Campos (PSB), no último dia 13, especialistas acreditam que a região pode definir os rumos da eleição presidencial. A última pesquisa Ibope, divulgada no dia 26 de agosto, sinaliza uma possível alteração na avaliação dos candidatos entre os nordestinos após a substituição do ex-governador de Pernambuco.

Segundo o levantamento, neste período de "luto eleitoral", a presidente Dilma Rousseff (PT), que no início do mês tinha 51% das intenções de voto, hoje apresenta 46%. Marina Silva (PSB) tem o apoio de 27% do eleitorado, 15 pontos percentuais a mais que seu antecessor. Já Aécio Neves (PSDB) continua estagnado em 11% das intenções.

O diretor da Associação Brasileira de Consultores Políticos, Carlos Manhanelli, considera que ainda é cedo para dar um diagnóstico sobre uma migração de votos dos eleitores da Região. Segundo ele, os três principais candidatos estão "navegando dentro da margem de erro" e é preciso esperar que o "fator emoção" pela morte de Campos se esgote para avaliar o resultado das pesquisas. "Estamos sob a égide da comoção social, que tem um prazo de validade e aguardamos que esse prazo termine", afirmou o especialista.

A cientista política e professora do Ibmec, Christiane Romeo, também acredita que "ainda não dá para saber se esse resultado é emocional ou uma transferência de voto consciente, que pode ser contabilizado para o candidata do PSB".

Para o cientista político e professor da Unifor, Clésio Arruda, a luta de Marina agora vai ser para manter os votos que têm conotação emotiva.

Segundo o cientista político e professor da Universidade de Brasília, David Fleischer, bem avaliada em Pernambuco, falta a Marina palanque em outros estados para garantir a liderança. "Ela tem forte penetração no Sudeste e o Nordeste pode desempatar a disputa", afirmou.

Política mudou perfil dos votantes

Cada estrato social deve ser considerado na disputa à Presidência da República. Nas bases da motivação do voto, segundo os especialistas, são levadas em conta pelo eleitor as necessidades primordiais diante do contexto socioeconômico em que estão inseridos.

"Os interesses na política são vários. A questão de um candidato obter mais votos é trabalhar um programa contendo o maior número de interesses", explicou o cientista político e professor da Unifor, Clésio Arruda.

O especialista explica que o perfil do eleitorado nordestino mudou em função das políticas de distribuição de renda e inclusão social, implementadas pelos presidentes petistas. "Em 2002, o desemprego era alto. Hoje, vivemos o pleno emprego. Além disso, há mais acesso à educação e pessoas com nível superior. Isso dá um impacto enorme às eleições", considerou o professor.

Segundo ele, os três governos do PT criaram novas demandas para os adversários e impuseram uma necessidade de os opositores ampliarem as propostas com apelo social. "É necessário renovar o discurso, o projeto político. Ainda não foi sinalizado claramente quem seria o candidato capaz de conduzir um programa que atendesse a esse novo projeto de mudança do País".

Clésio Arruda diz que, ao mesmo tempo que é preciso renovar o discurso, a tentativa de abandonar as políticas compensatórias no Nordeste seria "um tiro no pé" para os opositores na Região. "Sair dessa política é voltar para um nível elevado de pobreza. Nenhum candidato vai voltar para isso. Eles precisam elaborar propostas que sejam paralelas sem reduzir a importância da política assistencialista", considerou o professor.

A cientista política e professora do Ibmec, Christiane Romeo, diz que é preciso um foco maior na educação, aliada ao ensino técnico. "É preciso investir numa mão de obra qualificada que permita o desenvolvimento do indivíduo localmente", defendeu.

Fonte: Diário do Nordeste

Candidatos trocam ofensas e apresentam propostas no debate da Band


Os candidatos ao governo do Rio Grande do Norte trocaram ofensas e em meio a perguntas e acusações aproveitaram para apresentar os planos de governo.  O primeiro debate com os candidatos ao governo na TV aberta do Rio Grande do Norte foi promovido pela Band, na última quinta-feira (28) e retransmitido pelo portal Nominuto.com, rádio 96 FM e TV União com a parceria da Fecomércio.
O encontro contou com a participação de Araken Farias (PSL), Henrique Alves (PMDB), Robério Paulino (PSOL), Robinson Faria (PSD) e Simone Dutra (PSTU).
O clima estava tenso entre os cinco candidatos que se enfrentavam pela primeira vez em um debate com todos os governadoráveis. O clima esquentou antes mesmo do debate começar. Apoiadores dos candidatos Henrique Alves (PMDB) e Robinson Faria (PSD) chegaram a brigar em frente à sede da Band Natal.
3
O tumulto começou após a chegada dos candidatos, quando os apoiadores dos dois candidatos se aproximaram uns dos outros e teve início a briga. As cerca de 50 pessoas, muitas delas com bandeiras de partidos, tiveram que ser separadas pela polícia. Ninguém ficou ferido.
O debate foi dividido em 6 blocos. No primeiro, os candidatos responderam perguntas de jornalistas convidados; no segundo, os candidatos fizeram perguntas entre si, mediante sorteio; já no terceiro bloco, as perguntas foram feitas pela Fecomércio RN. No quarto bloco, os candidatos responderam a perguntas de telespectadores de Natal e do interior do estado. No quinto bloco, os candidatos voltaram a fazer perguntas uns aos outros, mas com escolha livre. E por fim, no sexto bloco, os candidatos fizeram as considerações finais.
4
No primeiro bloco os jornalistas convidados fizeram perguntas sobre Segurança, Saúde, Educação, Infraestrutura e Gestão Financeira. Foi sorteado o tema, o candidato a responder e um candidato para comentar. 
Após as perguntas do primeiro bloco, o clima se acirrou nas rodadas subsequentes, com as perguntas diretas e comentários entre os concorrentes no segundo bloco, inclusive entre os governadoráveis que despontam nas pesquisas de intenção de voto.
Henrique Alves questionou o candidato Robinson Faria sobre as propostas para os Recursos Hídricos do Rio Grande do Norte, caso eleito.
noticia_115191
Robinson destacou que os recursos hídricos têm que ser pensados como política de estado e não como política de governo. “Temos que projetar os recursos hídricos a longo prazo. Temos que repensar a condição de cada região”. Na ocasião, Robinson aproveitou para alfinetar o adversário. "O prestígio do candidato como presidente da Câmera Federal parece que não foi suficiente para resolver a situação hídrica do nosso estado".
Replica de Henrique: “Eu diria ao vice-governador de Rosalba, que nós conseguimos viabilizar vários poços. Nós temos obras importantes e planejadas, como a barragem de Santa Cruz, a barragem Umari, e a barragem de Caraúbas”.
terceiro bloco foi marcado por questionamentos da Fecomércio. O presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Rio Grande do Norte, Marcelo Queiroz, fez perguntas aos cinco candidatos ao executivo estadual.
6
Dívidas do atual governo, arrecadação tributária, atividade turística, entraves burocráticos e a máquina estatual foram os assuntos abordados neste bloco. Cada candidato expôs a proposta para cada um dos assuntos.
Os telespectadores também tiveram a oportunidade de tirar suas dúvidas. O quarto bloco do debate foi dedicado às perguntas feitas pelos telespectadores de Natal e do interior do estado aos candidatos. Um dos assuntos que mais tem preocupado a população do Estado é a insegurança e a pergunta foi para o candidato do PSD, Robinson Faria.
Governadorável destacou que declara que a insegurança é um dos maiores problemas do RN e que uma das soluções é recuperar a autoestima do PM. “Precisamos repensar toda a metodologia da segurança pública do estado. Primero vamos devolver a autoestima ao policial militar, modificar o estatuto, obedecer às promoções verticais, fortalecer a Polícia Civil e promover programas de investigação”.
5
Investir 10% somente em segurança pública, implantar ronda do quarteirão, a polícia de proximidade também são projetos de Robinson para Segurança Pública. “A presença do estado também deve estar na cidadania. Cuidar dos drogados, ou seja, a polícia trabalhando ao lado do social, da educação. Quero mostrar que em um ano o nosso estado dará um grande salto na questão da segurança pública”.
quinto bloco começou com o direito de resposta de Henrique Eduardo Alves. Ele se sentiu ofendido em relação a acusações sobre financiamento de campanha e disse que tem uma vida toda de respeito e nenhum processo a responder. “Tenho vida limpa e digna e me orgulho da vida pública”.
Na sequência, começaram as perguntas e respostas entre os candidatos que voltaram a se atacar.
7
Em 30 segundos Robinson atacou Henrique dizendo que o candidato do adversário aderiu aos  governos que venceram as eleições e estavam no poder em nosso estado. Em contrapartida, Henrique falou que Robinson apoiou Micarla. O candidato do PMDB ainda afirmou que como deputado ele tem o dever de colaborar com os governos.
Robinson voltou a atacar Henrique. O candidato do PSD disse que o deputado só aderia ao governo de quem estava ganhando e afirmou que ele abandonou o governo quando ele estava ruindo.
O bloco prosseguiu quente entre os principais candidatos. Ambos se acusavam, diziam que o adversário havia apoiado o governo Rosalba e a gestão de Micarla de Sousa na prefeitura do Natal.
sexto e último bloco do debate da Band foi destinado às considerações finais dos candidatos ao governo do Rio Grande do Norte.
9
Robinson Faria iniciou o sexto bloco dizendo que não é candidato por vaidade e sim porque se sente preparado e amadurecido para ser um bom governador.
Governadorável destaca que se sente motivado para buscar eficiência e realizar um bom serviço.
Já Araken Faria disse ter o compromisso de governar para o povo mais carente. O candidato ainda assumiu um compromisso com a população. Se eleito, após 2 anos ele afirma deixar o cargo caso não seja aprovado pela população. “Se em 2017 eu tiver a desaprovação do RN, eu renunciarei”, afirma.
10
Henrique Eduardo Alves falou que a situação do RN é grave, mas que o quadro vai se resolver, caso ele seja eleito.
Simone Dutra ressaltou em suas considerações, que a classe trabalhadora é quem deve governar o estado.
“Aqueles que estão no poder há tantos anos são financiados por empresas e trabalham para elas". afirma a postulante ao governo.
O candidato do PSOL, Robério Paulino encerrou a noite de debate com suas considerações finais. Ele aproveitou as palavras finais para pedir que o eleitor não desista do sonho de construir um estado melhor. “Eu quero pedir o voto de vocês, para que possamos derrotar essas campanhas milionárias”, conclui o candidato.

Numinuto.com

sábado, 30 de agosto de 2014

Bíblias 'recheadas' com maconha são encontradas dentro da cadeia no RN

Um vistoria realizada por agentes penitenciários nesta quinta-feira (28) encontrou três bíblias com maconha dentro. A apreensão aconteceu no Centro de Detenção Provisória da Ribeira, na Zona Leste de Natal.

 A agente penitenciária Graziela Lima contou ao G1 que a droga estava escondida entre as páginas dos livros. Vários celulares, chips e uma trouxa de maconha também foram encontrados durante a revista.

Ainda de acordo com Graziela, a vistoria que aconteceu no turno da tarde foi uma determinação da Coordenadoria de Administração Penitenciária (Coape) e da Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesed). "Um grupo de agentes penitenciários foi até o local e encontrou os celulares e chips, além das bíblias com a droga dentro", confirmou.

A agente acrescentou que os presos retiravam parte das páginas das bíblias, deixando a droga camuflada por trás da capa, que era fechada com um zíper. "Eles escondiam a maconha em uma espécie de fundo falso dentro das bíblias", explicou Graziela.
A Coape prometeu instaurar uma sindicância para apurar como as bíblias 'recheadas' de maconha entraram na unidade prisional.

Criatividade
No RN, os agentes penitenciários já encontraram drogas escondidas de várias maneiras e em diferentes objetos. Muitos casos foram noticiados pelo G1, em razão da criatividade. Há registros de entorpecentes escondidos dentro de bananas, sandálias de borracha, tubos de pasta de dente, prendedores de cabelo, vasilhas de arroz, pacotes de biscoito e até dentro de aparelhos de televisão, sem falar em inúmeros casos nos quais mulheres foram presas ao tentarem entrar com drogas escondidas nas partes íntimas.

G1RN

Datafolha: Marina empata com Dilma e venceria petista por 10 pontos no 2º turno

Pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira pelo "Jornal Nacional", da TV Globo, reforça o avanço da candidata Marina Silva (PSB) na disputa eleitoral, já identificado no levantamento do Ibope no início da semana. Segundo os novos dados, Dilma (PT) e Marina (PSB) estão empatadas com 34% das intenções de voto cada. Já o tucano Aécio Neves (PSDB) aparece com 15%. A candidata do PSB à Presidência da República, 19 pontos à frente de Aécio no primeiro turno, teria ainda 10 pontos de vantagem contra Dilma em um eventual segundo turno.

Marina cresceu 13 pontos em relação ao último levantamento do Datafolha, divulgado no dia 13 de agosto. Antes, a candidata do PSB tinha 21%, Dilma 36% e Aécio 20%. Na última pesquisa, brancos e nulos somavam 8% (agora são 7%). Indecisos eram 9% dos entrevistados (agora são 7%).

O Datafolha também simulou dois cenários para um possível segundo turno. Na disputa Dilma X Marina, a candidata do PSB aparece com 50% das intenções de voto, contra 40% de Dilma. Brancos e nulos somam 7%, e indecisos 3%. No levantamento anterior, Marina tinha 47%, contra 43% da petista.

Na simulação Dilma X Aécio, a candidata à reeleição possui 48%, contra 40% do tucano. Brancos e nulos somam 9% e indecisos 4%. Na pesquisa anterior, a petista tinha 47% e Aécio 39%.

NANICOS

Na simulação do primeiro turno, Pastor Everaldo (PSC) obteve 2% das intenções de voto. Os demais candidatos não chegaram a mais de 1%.

A pesquisa entrevistou 2.874 eleitores nos dias 28 e 29 de agosto. O registro no TSE é BR00438/2014. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos. A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal “Folha de S. Paulo”.

AVALIAÇÃO DO GOVERNO

O instituto também aferiu a avaliação do governo Dilma Rousseff. Segundo o levantamento, 39% dos entrevistados consideram a gestão regular, 35% ótima ou boa, e 26% ruim ou péssima. Em pesquisa divulgada há dez dias, as avaliações que consideravam o governo ótimo ou bom e regular estavam no mesmo patamar (38%). Já 23% achavam o governo ruim ou péssimo.

Fonte: O Globo.com

Icasa do Ceará e Botafogo da Paraíba são excluídos das Séries B e C

O Icasa e o Botafogo (PB) foram excluídos nesta sexta-feira (29) das Séries B e C, respectivamente, por terem entrado na Justiça Comum contra a Confederação Brasileira de Futebol (CBF). 

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva enquadrou os clubes no artigo 231, pleitear, antes de esgotadas todas as instâncias da Justiça Desportiva, matéria referente à disciplina e competições perante o Poder Judiciário.

Ainda não está definido quando começará a valer a punição, pois Icasa e Botafogo ainda devem recorrer no Pleno do STJD. Enquanto isso, os times continuam a cumprir o calendário das competições – o Icasa encara a Ponte Preta, dia 5 e o Botafogo enfrenta o CRB neste sábado, às 18h30.

O Icasa entrou na Justiça Comum para tentar a jogar a Série A. O time cearense ficou em quinto lugar na temporada passada e tentou pegar a vaga do Figueirense, que terminou em quarto, alegando que o time catarinense escalou o jogador Luan de maneira irregular. 

O Botafogo reclamou na Justiça da interdição ao estádio Almeidão, que transferiu a partida contra o Sport, em janeiro, para outro estádio.


Portal da Band

Icó-CE: Rapaz é preso após agredir a própria mãe, aposentada de 65 anos

Policiais Militares se dirigiram até o distrito de Lima Campos, distante 10 km do Centro de Icó, sob a informação de que uma mulher de 65 anos estava sendo agredida a socos por um homem.

Ao chegarem ao local por volta das seis horas à Rua da BR, número 972, deu voz de prisão a Leandro Batista de Lima, 21 anos, que agredia a própria mãe, Júlia Pinheiro de Lima, 65 anos.

Os socos eram desferidos pelo filho em direção à cabeça da mãe dele que é aposentada. Leandro foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil de Icó onde foi autuado com base na Lei Maria da Penha.

Com informações do Cabo Paulo, da Icó

Seppir cobra ações efetivas da CBF contra ato de racismo

A Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir) procurou a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para discutir medidas efetivas de combate ao racismo no esporte. É o que informa uma nota divulgada, há pouco, pela secretaria, que acrescenta que o Santos também foi chamado a debater as ações.

O árbitro só se referiu ao fato do goleiro ter sido chamado de macaco, em um complemento feito à súmula posteriormente. “Há medidas recomendadas pela Fifa que ele poderia adotar imediatamente”, disse, por meio da nota, a ministra Luiza Bairros.

Luiza repudiou as agressões e disse que há "uma grande tolerância para práticas de racismo". Para combatê-las, a ministra pediu que mecanismos contra o preconceito sejam acionados dentro do campo, tanto por jogadores e clubes quanto pela torcida. Ela destacou, ainda, a necessidade dos demais atletas se solidarizarem com Aranha.

Nesta sexta-feira (29), a Procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) informou que o Grêmio vai ser denunciado por injúria racial contra o goleiro, devido à atitude de parte de seus torcedores. O clube pode ser multado em até R$ 100 mil.

O caso também é investigado pela Polícia Civil, que instaurou inquérito para apurar os responsáveis pelo crime de injúria racista (pelo Código Penal) punido com penas de um a três anos de reclusão e multa.

O atleta foi chamado de “macaco” por torcedores do clube e uma torcedora chegou a ser filmada durante o incidente, ocorrido durante partida disputada ontem (28), em Porto Alegre.

Fonte: Agência Brasil

Cigarro mata mais de 5 milhões de pessoas, segundo OMS


O tabagismo é considerado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) a principal causa de morte evitável no mundo. A organização estima que um terço da população mundial adulta, cerca de 2 bilhões de pessoas, sejam fumantes. Pesquisas comprovam que aproximadamente 47% de toda a população masculina mundial e 12% da feminina fumam.

A fumaça do cigarro tem mais de 4,7 mil substâncias tóxicas. O alcatrão, por exemplo, é composto de mais de 40 compostos cancerígenos. Já o monóxido de carbono (CO) em contato com a hemoglobina do sangue dificulta a oxigenação e, consequentemente, ao privar alguns órgãos do oxigênio causa doenças como a aterosclerose (que obstrui os vasos sanguíneos). A nicotina é considerada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) droga psicoativa que causa dependência. Ela também aumenta a liberação de catecolaminas, que contraem os vasos sanguíneos, aceleram a freqüência cardíaca, causando hipertensão arterial.

O tabagismo está relacionado a mais de 50 doenças sendo responsável por 30% das mortes por câncer de boca, 90% das mortes por câncer de pulmão, 25% das mortes por doença do coração, 85% das mortes por bronquite e enfisema, 25% das mortes por derrame cerebral. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), todo ano mais de cinco milhões de pessoas morrem no mundo por causa do cigarro. E, em 20 anos, esse número chegará a 10 milhões se o consumo de produtos como cigarros, charutos e cachimbos continuar aumentando.

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), vinculado ao Ministério da Saúde, o tabaco também tem relação com a impotência sexual e infertilidade masculina pois, segundo estudos, prejudica a mobilidade do espermatozóide. Os mesmos prejuízos também são atribuídos ao cachimbo e ao charuto. Apesar de não serem tragáveis, possuem uma concentração de nicotina maior, que é absorvida pela mucosa oral.

Não só o fumo ativo, mas o passivo também aumenta os riscos de doença. Sete não fumantes morrem por dia em consequência do fumo passivo. O tabagismo passivo aumenta em 30% o risco para câncer de pulmão e 24% o risco para infarto.

Leis Antifumo
Desde 1996, o Brasil conta com uma lei federal número 9.294 que restringe o uso – e também a propaganda – de produtos derivados de tabaco em locais coletivos, públicos ou privados,  com exceção às áreas destinadas para seu consumo, desde que isoladas e ventiladas (também conhecidos como fumódromos).

Porém, com o objetivo de se aproximar mais do artigo 8 da Convenção-Quadro para o Controle do Tabaco, tratado internacional elaborado pela Organização Mundial da Saúde e do qual o Brasil é signatário, estados e municípios têm elaborados leis que eliminam a presença dos fumódromos e proíbem o consumo de cigarros, charutos, cachimbos e cigarrilhas em bares, restaurantes, casas noturnas, escolas, áreas comuns de condomínios e hotéis, supermercados, shoppings etc.

A fiscalização, aliada à aplicação de multas (previstas em lei) aos estabelecimentos e à adesão da população, tem feito com que as leis sejam, de fato, respeitadas.

Em comum, as legislações estaduais têm: a proibição do fumo em locais fechados, a atuação de agentes fiscalizadores, a possibilidade de a população denunciar estabelecimentos em que a lei não é aplicada, e a liberdade que os donos ou responsáveis por tais lugares têm de expulsar quem não segue a legislação (vale lembrar que são eles quem pagam a multa e podem ter seus negócios fechados).

Algumas cidades do País também possuem leis próprias que proíbem o uso do cigarro em ambientes fechados


Portal Brasil

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Galeno: “farei por Mossoró mais que muitos mossoroenses que passaram pela AL”

O prefeito de Mossoró, Francisco José Silveira Junior, disse na noite dessa quinta-feira, durante caminhada pelas ruas do bairro de Alto da São Manoel, que 'Mossoró irá crescer 20 anos em dois', com o apoio do médico e ex-prefeito de São Miguel, Galeno Torquato, que é candidato a deputado estadual, e demais candidatos aliados. Por sua vez, Galeno afirmou que irá trabalhar pela cidade muito mais do que muitos mossoroenses que já passaram pela Assembléia Legislativa. E destacou: 'já me sinto em casa em Mossoró'.

Segundo Silveira Júnior, 'com um deputado íntegro e comprometido, como Galeno, a cidade irá ganhar um grande aliado. A caminhada teve início às 19 horas na Avenida Presidente Dutra. Uma multidão foi às ruas para declarar apoio ao candidato do prefeito.

O candidato a deputado estadual enfatizou ainda que o seu comprometimento com Mossoró, independe de ter nascido lá. 'Ouvir a população, olhar nos olhos das pessoas e ouvir as demandas da população, me deixa cada vez mais próximo ao povo de Mossoró", afirmou.


Assessora de Comunicação

Pau dos Ferros/RN: homem morre após queda de moto na RN 177


O Sr. Eliel Cavalcante de Carvalho, 63 anos, morreu vítima de acidente de trânsito na RN 177, trecho Pau dos Ferros/Encanto-RN, no início da tarde desta quinta-feira(28). 

Por volta das 13h:45min, a vítima conduzia uma moto Honda FAN 150, placa de Pereiro/CE, no sentido Pau dos Ferros ao Encanto/RN, cerca de dois quilômetros após a Quadra de esportes do bairro Riacho do Meio, perdeu o controle da direção em uma curva e caiu. 

Uma equipe do SAMU ainda compareceu ao local, o motoqueiro já estava sem vida, uma viatura do 4º DPRE(Distrito de Polícia Rodoviária Estadual) se fez presente e isolou o local até a chegada de uma equipe do ITEP/RN.

De acordo com informações, Eliel residia em Dr. Severiano e teria vindo a Pau dos Ferros/RN visitar um parente no Hospital Nelson Maia.


*Nosso Paraná

EM ASSEMBLEIA REALIZADA PELOS “SINDSERVIS” FOI DEFLAGRADA A GREVE

Foi realizada nesta sexta-feira (29) na câmara municipal de São Miguel, a assembleia com educadores, onde aconteceu um grande debate sobre as perca salariais, implantação do piso, letras, quinquênio entre outros problemas existentes no nosso município.

Após a resposta em fiada pelo senhor prefeito municipal não iria atualizar o piso, a categoria em sua maioria achou por bem paralisar suas atividades, até que seja resolvido o problema.A partir da próxima semana os funcionários do município de são Miguel estarão em greve por tempo indeterminado.
   
O "SINDSERVIS" vai fazer o cronograma das atividades da semana onde os educadores irão fica cientes da programação através do rádio, redes sociais, carro de som e blogs. 

Veio a óbito no início da noite de ontem em Mossoró Funcionária pública estadual vítima de atropelamento


No início da noite de ontem (28) no Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM) na cidade de Mossoró veio a óbito a senhora Maria do Socorro Gomes Peixoto de 56 anos, funcionária pública estadual e por vários anos atuou como enfermeira no Hospital Municipal de São Miguel.

Socorro de Dona Neném popularmente conhecida foi vítima de atropelamento no último dia 21 de agosto na cidade de São Miguel, e após sete dias de internamento na unidade hospitalar na terra de Santa Luzia veio a óbito. O período de internamento, Maria do Socorro sofreu traumatismo craniano encefálico e teve vários órgãos internos perfurados, permaneceu em coma induzido e respirando com ajuda de aparelhos.

Socorro uma mulher de fé e solidaria, sua voz era conhecida na região onde todos os dia justamente com saudosa Dona Neném sua mãe rezava o terço na rádio difusora AM de São Miguel.

O corpo está sendo velado em sua residência na Rua Padre Tertuliano Fernandes e o sepultamento da ocorrerá logo mais ás 16:00hrs desta sexta-feira (29) no Cemitério São Vicente de Paulo (Cemitério Velho) no centro da cidade em São Miguel.


quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Não tínhamos informações sobre ilegalidade de avião, diz Marina

A candidata à Presidência pelo PSB, Marina Silva, disse nesta quarta-feira que, enquanto candidata a vice de Eduardo Campos, não tinha informação de qualquer irregularidade envolvendo a contratação da aeronave utilizada na campanha. "Nós tínhamos informação de que era um empréstimo e que seria feito o ressarcimento no prazo legal", disse Marina, na entrevista ao Jornal Nacional, da TV Globo. Segundo Marina, o ressarcimento seria feito ao fim da campanha, pelo comitê financeiro do então candidato.

Marina afirmou respeitar o trabalho da imprensa, mas disse ter "compromisso com a verdade". A questão será apurada pelas investigações da Polícia Federal. "O nosso interesse e a nossa determinação é de que essas investigações sejam feitas com todo o rigor para que não se faça injustiça com a memória de Eduardo."

Questionada se a postura não contraria seu discurso de rigor ético, Marina disse que não. "Não uso dois pesos e duas medidas, a métrica que uso com meus adversários é a mesma que uso comigo", disse, ao argumentar que não pretende "tangenciar ou se livrar do problema" e sim enfrentar para que a sociedade possa ter acesso a todas as informações envolvendo o caso. Ela disse esperar que o possível uso de empresários como laranjas seja investigado com rigor.

Pouco antes da entrevista, o Jornal Nacional exibiu uma reportagem que mostrou evidências do suposto uso de empresas de fachada para viabilizar o financiamento do jatinho, usado por Campos na campanha e no qual ele e outras seis pessoas morreram, em 13 de agosto. A reportagem trouxe imagens tanto de Campos como de Marina utilizando a aeronave.

Fonte: Agência Estado

ONTEM ACONTECEU O SEGUNDO DIA DO PROJETO FIM DE TARDE NA LAGOA

O Segundo dia do Projeto Fim de Tarde na Lagoa foi marcado por atrações bem atrativas a participação da academia atividade, banda de percussão da Escola Avelino Pinheiro, Companhia Amigos da Serra, e para finalizar a França mototaxi cantou vários sucessos nacionais e internacionais.

O Projeto Fim de Tarde na Lagoa e uma iniciativa é da Prefeitura São Miguel/RN através do Departamento de Cultura, Turismo, Eventos, Esporte Lazer valorizando a nossa cultura. 

Proposta orçamentária prevê salário mínimo de R$ 788,06 para 2015

Segundo o Projeto de Lei Orçamentária Anual (Ploa) 2015 a partir de 1º de janeiro de 2015, o salário mínimo deve ser R$ 788,06, o que implica em um reajuste de 8,8%.

O anúncio foi feito hoje (29) pela ministra do Planejamento, Miriam Belchior, depois de entregar a proposta ao presidente o Congresso, Renan Calheiros (PMDB-AL). A ministra antecipou que o texto prioriza investimentos em saúde, educação combate à pobreza e infraestrutura.

A peça orçamentária traz uma mensagem da presidenta Dilma Rousseff com um diagnóstico sobre a situação econômica do país e suas perspectivas.

Pela Constituição, o prazo de entrega do projeto pelo Executivo termina no dia 31 de agosto. Mas, com a expectativa de conclusão da votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que define as metas e prioridades da administração pública federal, só na semana que vem, durante o esforço concentrado, o governo se antecipou. A LDO deveria orientar a elaboração da peça orçamentária.

“Coloquei  toda a equipe do ministério [do Planejamento] à disposição, para os esclarecimentos necessários, para que o Congresso possa fazer uma análise rápida do Orçamento e votá-lo até o fim do ano, prazo que o presidente do Senado [Renan Calheiros], confirmou que é possível fazer”, explicou a ministra.

O Orçamento Geral da União (OGU) é formado pelo orçamento fiscal, da seguridade e pelo orçamento de investimento das empresas estatais federais. A Constituição determina que a proposta seja votada e aprovada até o dia 22 de dezembro.

No projeto de lei, também consta a estimativa para a inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), em 5%, no próximo ano. A projeção para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), soma de todos os bens e serviços produzidos no país, ficou em 3% (R$ 5,756 trilhões).

O governo estima que o superávit primário para o setor público consolidado será R$ 143,3 bilhões, valor que corresponde a 2,5% do Produto Interno Bruto (PIB) – soma de todos os bens e serviços produzidos no país. Com os abatimentos, o superávit primário vai para R$ 114,7 bilhões, correspondentes a 2% do PIB.

O superávit primário é a poupança para pagar os juros da dívida que o governo seus credores. Na medida em que o país consegue alcançar as metas de superávits primários, tem condições de pagar dividas.

*Agência Brasil