quarta-feira, 16 de abril de 2014

VENHA-VER/RN :DR CLEITON JACAME ENTREGA CESTAS BASICAS A FAMILIAS CARENTES

 Com o objetivo de oferecer uma semana mais feliz às famílias carentes da cidade de venha ver/RN,o  Médico Cleiton Jacome (foto) juntamente com a assistente social Elizangela Rego e o operador do cadastro único Idalânio Carvalho , doações de cestas básicas.

 O mesmo falou que “a minha iniciativa é uma forma de levar um pouco de alegria e deseja a todas as famílias de venha-ver uma santa e abençoada semana”. Percebemos que não era apenas uma cesta básica que alegrava os moradores de cada casa visitada, mas a atenção e o carinho disponibilizado pelo jovem Dr Cleiton àquelas pessoas simples e humildes. Fico muito feliz por levar um pouco de alegria para a vida dessas famílias. Além de doar essas cestas básicas, o nosso intuito é levar um pouco de amor e carinho.

Fotos :Idalânio Carvalho
Notícia de Venha-Ver

Senado aprova fim de doações de empresas a partidos políticos e candidatos

SENADO-INT-P
As doações de empresas em dinheiro ou por meio de publicidade a candidatos e partidos políticos podem ficar proibidas. O substitutivo ao projeto de lei (PLS 60/2012) da senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) foi aprovado nesta quarta-feira (16) na Comissão de Constituição e Justiça  (CCJ) do Senado, em turno suplementar. Se não houver recurso para votação pelo plenário do Senado, a matéria segue para a Câmara dos Deputados.

O substitutivo de autoria do senador Roberto Requião (PMDB-PR) altera a Lei das Eleições (Lei nº 9.504/1997). Inicialmente a ideia da senadora Vanessa Grazziotin era estender aos doadores de campanha, sejam pessoas físicas ou jurídicas, as limitações já impostas aos candidatos pela Lei da Ficha Limpa (Lei Complementar nº 135/2010). O PLS 60/2012 tratou, assim, de transpor os mesmos critérios de elegibilidade definidos na Lei da Ficha Limpa para classificação de cidadãos e empresas legalmente aptos a investir em campanhas eleitorais.

Sob o argumento de que pessoas jurídicas não têm direito a voto e que, portanto, as eleições são processos com participação direta exclusiva dos eleitores, Requião decidiu pela proibição de toda e qualquer contribuição financeira de empresas a partidos e candidatos.

Quanto às restrições a doações de pessoas físicas, Requião considerou desnecessária a exclusão de doadores 'ficha suja' como proposto pelo PLS 60/2012. Atualmente, as doações de cidadãos para campanhas são limitadas a 10% do valor dos rendimentos brutos obtidos no ano anterior. “Considero essa regra aceitável no caso das pessoas físicas, cujas diferenças de rendimento não são, normalmente, tão grandes quanto as diferenças no faturamento das empresas”, justificou Requião.


Agência Brasil,

Golpistas brasileiros criam sites falsos de download, alerta Kaspersky


A fabricante de antivírus Kaspersky divulgou um alerta nesta terça-feira (15) explicando o funcionamento de um golpe brasileiro que distribuiu um ladrão de senhas bancárias disfarçado de programas populares. Os programas eram hospedados no site "jadownload.com", divulgado como anúncio em pesquisas do Google quando o internauta procurava por programas populares.

Os arquivos presentes no site apresentavam um certificado digital válido assinado pela empresa Verisign. O uso de certificados digitais, que já é comum em golpes brasileiros, faz com que o programa criminoso passe despercebido por alguns programas de segurança. Programas com certificado também tem tratamento diferenciado pelo Windows.

Entre os termos que faziam o anúncio do "Jadownload" aparecer estavam "Avast", "Firefox", "Skype", "Chrome", "Flash Player", "Java" e "WinRAR". "É importante que os usuários procurem sempre o download de programas populares no site oficial do distribuidor, evitando assim golpes como esse", recomendou o analista Fabio Assolini, no alerta publicado pela Kaspersky.

De acordo com a Kaspersky, a Verisign e o Google foram notificados. A Verisign já revogou o certificado. O Google, além de retirar do ar as propagandas, também precisa derrubar arquivos maliciosos que foram armazenados no serviço "Google Code", destinado à manutenção de projetos de software. O G1 verificou que ainda havia arquivos on-line no Google Code nesta quarta-feira (16).


Fonte: G1 

Vídeo mostra filho de vice-prefeita rasgando nota de R$ 100 no RN

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o filho da vice-prefeita do município de Várzea, Cleide de Carvalho, e do ex-vice-prefeito de Parnamirim, Epifânio Bezerra, rasgando uma nota de R$ 100. Eni Augusto de Carvalho foi filmado em uma boate que fica em Natal e o vídeo foi publicado no YouTube. Vários outros vídeos com o rapaz estão publicados no Youtube, todos mostrando Eni ostentando com dinheiro e bebidas caras.

No vídeo, antes de rasgar a nota de R$ 100, o rapaz mostra a cédula para quem está gravando e diz "bando de liso". No Nordeste, o termo "liso" quer dizer pessoa sem dinheiro.

Em contato com a Inter TV Cabugi, Eni reconheceu que “não deveria ter feito isso”, mas disse estar “em um momento de euforia com os amigos”. Eni disse ainda que para manter o padrão de vida que tem os pais trabalham das 7h às 22h.
Ao G1, Epifânio Bezerra, pai de Eni e ex-vice-prefeito de Parnamirim, disse que não apoia a atitude do filho e que está constrangido com a situação. "Eu não aprovo essa atitude dele. Tem uma turma que fica com essas brincadeiras, cada um querendo aparecer mais do que o outro. Ele é maior de idade, mas não foi essa a educação que demos a ele.

Sempre construí minha vida dentro da ética. Ele está arrependido, não sabia que ia ter essa repercussão. Termina nos afetando na parte emocional e social, sou pai e sei o que estou sentindo", disse. O G1 tentou entrar em contato com a prefeitura de Várzea por telefone, mas até a publicação desta reportagem, a vice-prefeita Cleide de Carvalho não foi localizada.

O juiz Luiz Cândido Villaça, da vara Criminal de Caicó, diz que rasgar dinheiro é crime. "O valor intríseco, que é o valor de face, imprenso no papel moeda é de propriedade do particular. O papel, visto como objeto, coisa, pertencente ao Estado e, portanto, quem rasga dinheiro, além de praticar um ato de vandalismo e ofender o senso comum da sociedade, ainda pratica o crime de dano qualificado, já que destrói patromônio pertencente ao estado", disse. A pena é detenção de seis meses a três anos e multa.

Em contato com o G1 a Polícia Federal informou que não foi comunicada oficialmente sobre o caso.

Fonte: G1 RN 

Enem deve ser aplicado dias 8 e 9 de novembro, diz Inep

A prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2014 poderá ser aplicada nos dias 8 e 9 de novembro. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informou que as instituições de ensino onde o exame é aplicado estão sendo consultadas sobre a disponibilidade da data. A definição dependerá da resposta dessas instituições, de acordo com a assessoria do Inep.

No ano passado, a prova do Enem foi aplicada nos dias 26 e 27 de outubro. O resultado foi divulgado no dia 3 de janeiro. Caso o Enem 2014 seja confirmado para o segundo final de semana de novembro ocorrerá após as eleições, em outubro.

Cerca de 5 milhões de estudantes fizeram o Enem 2013. A nota do exame pode ser usada para a participar de programas como o Sistema de Seleção de Unificada (Sisu), que seleciona estudantes para vagas no ensino superior público; o Programa Universidade para Todos (ProUni), que oferece bolsas em instituições privadas; e o Sistema de Seleção Unificada do Ensino Técnico e Profissional (Sisutec), que seleciona estudantes para vagas gratuitas em cursos técnicos.

O Enem é também pré-requisito para firmar contratos pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e para a obter bolsas de intercâmbio pelo Programa Ciência sem Fronteiras.

Agência Brasil

No Brasil, reporter vomita durante reportagem ao vivo; assista ao vídeo

A repórter Priscila Machado, da NBR, TV do Governo Federal, passou por uma saia justa no último dia 4 de abril. A jornalista fazia uma transmissão ao vivo quando começou a passar mal e vomitou no ar.

Priscila falava sobre a prorrogação do emprego da Força Nacional de Segurança Pública nos estados de Rondônia e Acre, quando começa a dar indícios de que não se sentia bem. A repórter, no entanto, segue com o link até passar todas as informações.

Apesar do esforço, quando a transmissão volta para o estúdio, as imagens ainda mostram a repórter na tela ao lado da âncora e registra o momento em que ela vomita.

Assista ao vídeo:

Fonte: Rede Bom Dia 

Gasto de Dilma com publicidade soma R$ 2,3 bilhões em 2013 e bate recorde

O governo federal gastou R$ 2,3 bilhões para veicular propaganda em 2013. O valor é o maior já registrado desde 2000, quando começou a ser divulgado esse tipo de dado.

Até o atual recorde estabelecido pela presidente Dilma Rousseff, o maior gasto havia sido o de 2009, sob o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, com R$ 2,2 bilhões.

Essas informações foram divulgadas nesta semana pela Secretaria de Comunicação Social do Palácio do Planalto. Todos os números foram corrigidos pelo IGPM, da FGV, o indicador mais usado no mercado publicitário.

Os valores incluem toda a administração pública direta e indireta. Ou seja, as grandes estatais estão nesse bolo de R$ 2,3 bilhões. Quando são considerados só os órgãos e entidades da administração direta (ministérios e Palácio do Planalto, por exemplo), o total de 2013 foi de R$ 761,4 milhões, também um recorde na última década e meia.Em relação ao ano de 2012, o gasto do governo federal com propaganda aumentou 7,4%, acima da inflação oficial do período, que foi de 5,91%, segundo o IPCA, calculado pelo IBGE.

De 2012 para 2013 os gastos totais do governo com pessoal, custeio e investimento subiram 7,2%, já descontada a inflação do período.

Em 2010, ano em que Lula estava interessado em eleger Dilma como sucessora, os gastos da administração federal direta com propaganda foram de R$ 576,7 milhões.

A Secom argumentou por meio de assessoria que "em 2013 o governo federal apresentou novas campanhas de utilidade pública voltadas à prevenção de acidentes de trânsito, de combate ao uso do crack e de lançamento do programa Mais Médicos".

O governo também justifica o aumento com o fato de que "um terço do crescimento do volume publicitário de 2013 foi puxado pelas ações dos Correios, [empresa] que completou 350 anos em 2013".

Essa empresa pública foi a que esteve envolvida diretamente no caso do mensalão, escândalo de 2005 e que envolvia o uso de agências publicitárias com contas na administração federal.

Há, dentro do governo, também uma insatisfação com a forma de coleta desses dados. Os valores são aferidos por meio de uma cópia de cada pedido de inserção de anúncio que as agências estão obrigadas a enviar aos veículos de comunicação no momento em que dão a ordem para publicar a propaganda. Às vezes, há cancelamentos.

A Secom acha que os dados "não representam necessariamente gastos efetivamente realizados". A Folha apurou, entretanto, que as discrepâncias são mínimas.

Os R$ 2,3 bilhões gastos colocam o governo federal na quarta colocação do ranking dos maiores anunciantes brasileiros em 2013. O primeiro lugar ficou com a Unilever (R$ 4,6 bilhões), seguida por Casas Bahia (R$ 3,4 bilhões) e o laboratório Genomma (R$ 2,5 bilhões).

Os dados das empresas são divulgados pelo Ibope, que monitora esses gastos verificando o que é publicado. Há distorção no que é apurado, pois o levantamento considera os preços de tabela dos veículos de mídia -e, nesse mercado, há descontos altos, às vezes superiores a 50%.

Já no caso do que é apurado pelo governo, trata-se de uma cifra muito próxima ao que aconteceu de fato. O valor investido por Dilma supera até a gigante do ramo de bebidas Ambev, que, segundo o Ibope, gastou R$ 1,8 bilhão.

Quando se observa o tipo de veículo preferido pelo governo, a TV ganha com 65% do total. Os meios rádio, jornal, revista e internet ficaram com 7,6%, 7%, 6,3% 6% do bolo, respectivamente. Os anúncios estatais na web tiveram em 2013 aumento de 22% em relação a 2012.


Fonte: Folha.com

Definidos os confrontos das semifinais da II Copa Regional Frisco Joca Ribeiro de Futsal

Com as vitórias das equipes do Nazaré de Coronel João Pessoa-RN, Ribeirão de São Miguel-RN, Alto Santo-CE e Juventude de Jaguaribe-CE na fase de quartas-de-finais ficaram definidas as semifinais da II Copa Regional Joca Ribeiro de Futsal.


Os jogos que definirão os grandes finalistas do maior campeonato de futsal amador do interior dos estados do CE, RN e PB serão realizados nesta quarta-feira (16) e quinta-feira (17) e a grande final e decisão de 3º e 4º lugares acontecem no sábado (19).

Veja abaixo a tabela dos jogos das semifinais:

 

Grupo sitia cidade na Paraíba, atira na polícia e explode caixa eletrônico

                            

Um grupo de assaltantes invadiu uma agência bancária e explodiu um caixa eletrônico na cidade de Camalaú, distante 331km da capital paraibana, na madrugada desta segunda-feira (14). De acordo com a Polícia Militar, o grupo sitiou a cidade, que tem cerca de sete mil habitantes, segundo o IBGE, espalhando grampos nas principais vias do município e atirando contra prédios públicos.

A Polícia informou que antes do assalto parte do grupo cercou a delegacia da cidade e atirou contra o prédio para impedir a saída dos policiais. Os assaltantes ainda espalharam grampos nas saídas do município para dificultar a perseguição e facilitar a fuga após o roubo.

Segundo a polícia, oito pessoas em quatro motos chegaram na cidade por volta das 2h30. Quatro deles seguiram para as saídas da cidade, e espalharam duas filas de grampos na pista, com intervalo de aproximadamente 1 km entre elas. “A estratégia visou dificultar a perseguição, uma vez que os grampos estourariam os pneus das viaturas e facilitaria a fuga dos assaltantes”, disse o tenente Rosemário Nunes.

Ainda de acordo com a PM, após espalhar os grampos, os quatro assaltantes partiram para cercar a delegacia enquanto outros quatro seguiram para a agência, que fica a 200 metros. “O grupo que cercou o prédio começou a atirar nas portas e janelas, impedindo a saída dos policiais”, explicou o tenente. Enquanto acontecia o tiroteio, os outros assaltantes invadiram a agência e explodiram o caixa eletrônico.

A explosão destruiu todo o prédio e parte do telhado e da parede dos prédios vizinhos. Após a detonação, os assaltantes recolheram o dinheiro do caixa e fugiram em direção à cidade de São João do Tigre. Até às 10h50 desta segunda-feira, a polícia continuava fazendo buscas pela região, mas não havia encontrado ninguém.

*Portal G1 PB

Pastor crítica o SBT e diz que a emissora ‘censurou’ Rachel Sheherazade

silasmalafaia01
Silas Malafaia disse que o SBT ‘censurou’ Rachel
(Foto: Divulgação)
Depois de toda a polêmica envolvendo o comentário de Rachel Sheherazade no “SBT Brasil”, a emissora decidiu que a jornalista não fará mais comentários no telejornal.
Diante do caso, o pastor Silas Malafaia ficou indignado com a decisão do canal, e disse que o SBT está ‘censurando’ Rachel. Confira o comentário de Silas abaixo:
Depois de todas as polêmicas envolvendo o nome da jornalista Rachel Sheherazade, âncora do “SBT Brasil” que tinha carta branca para emitir sua própria opinião no vídeo, o canal de Silvio Santos resolveu moderar a participação da apresentadora. Em nota divulgada na tarde desta segunda-feira (14), o SBT informa que a partir de agora os comentários em forma de editorial em seus telejornais serão de responsabilidade do canal.
A assessoria do canal informa ainda que a apresentadora poderá ler comentários que não serão mais de sua autoria.
Leia nota na íntegra:
“Em razão do atual cenário criado recentemente em torno de nossa apresentadora Rachel Sheherazade, o SBT decidiu que os comentários em seus telejornais serão feitos unicamente pelo Jornalismo da emissora em forma de Editorial. Essa medida tem como objetivo preservar nossos apresentadores Rachel Sheherazade e Joseval Peixoto, que continuam no comando do SBT Brasil”.
Que vergonha! Que ridículo! O SBT ceder às pressões de partidos, tais como PSOL, PC do B e do PT. Partidos esses, que idolatram Fidel Castro, o governo da Venezuela e suas ideologias baseadas em Marx. Na verdade, de democráticos eles não tem nada. Usam a democracia para se estabelecerem, mas querem calar qualquer que tenha a liberdade de se expressar.
A DEMOCRACIA DO BRASIL CORRE GRANDE PERIGO! Uma jornalista, na maior cara de pau, é silenciada. Liberdade de expressão para todo mundo falar a mesma coisa é ditadura da opinião.
Sabe qual é a verdade que está por detrás dessa questão? É que o SBT recebe milhões de verbas publicitárias do governo, e ter uma jornalista independente é um perigo!
Imagine Sheherazade agora falando da roubalheira da Petrobras. É o governo silenciando a jornalista!
SBT, que vergonha!

 http://tvfoco

Juiz condena quatro denunciados por irregularidades na gestão do Programa do Leite

O juiz Fábio Wellington Ataíde Alves, da 5ª Vara Criminal de Natal, condenou dois ex-secretários estaduais da Ação Social e dois representantes da Cooperativa de Energia e Desenvolvimento Rural do Seridó (Cersel) à penas que variam de oito a quinze anos de reclusão, todos em regime fechado, além do pagamento de multas, em virtude de irregularidades na gestão do Programa do Leite. Os réus foram condenados pela prática de crime de peculato, estelionato e dispensa ilegal de licitação.
Os réus são, Tertuliano Pinheiro, Joanete dos Santos, Lauro Gonçalves Bezerra, José Mariano Neto e Osmildo Fernandes. Eles foram denunciados pelo Ministério Público Estadual com base nos resultados da Comissão Especial de Auditoria, que registrou várias irregularidades na gestão do Programa do Leite.
De acordo com a denúncia do Ministério Público, não houve cadastramento de novos beneficiários nem aumento no mapa de distribuição de leite nos municípios. Apesar disso, no papel, a partir do mês de fevereiro de 2002, quando secretário Tertuliano Pinheiro autorizou a ampliação do programa mediante um documento “sem forma nem figura de juízo, até o final do mandato do ex-governador Fernando Freire, em dezembro de 2002”, a CERSEL faturou, e o Estado do RN pagou, através dos secretários denunciados, por uma quantidade de leite que não foi distribuída à população.
Desta forma, ao desviarem em proveito da CERSEL recursos públicos no valor de R$ 9.389.779,12, os acusados cometeram, de forma continuada (art. 71 do código Penal), nos meses de fevereiro a dezembro de 2002, o crime de peculato, nos termos previstos no artigo 312, do código Penal, combinado como artigo 71 do mesmo Código Penal.
Para o juiz, os acusados manipularam dados a maior na distribuição/pagamento do programa do leite, dados estes que na prática não refletem a realidade causando assim um prejuízo ao erário de R$ 9.389.779,12.
“É lamentável que o Programa do Leite que tinha como escopo prestar assistência as famílias carentes, visando atender crianças, gestantes e família necessitadas (desempregada ou com renda até um salário mínimo, recebendo um litro de leite de gado para cada família, visando combater a fome e a situação nutricional de pessoas em situações inferior a linha da pobreza, além de estimular a produtividade da bacia leiteira do Estado) ocultasse um enorme esquema de malversação dos recursos públicos pelos seus gestores”, comentou o juíz Fábio Ataíde Alves.
O magistrado salientou que é necessário se punir o gestor que manipula o orçamento público, exercendo a má governança, aproveitando-se das diversas fragilidades e brechas no processo licitatório, seja na contratação direta de serviços e/ou compras, seja no fracionamento do valor. “Em especial, há a necessidade de agir de forma a impedir que pessoas mal intencionadas usem de artimanhas para causar prejuízos aos interesses da sociedade como um todo”, explicou.

Acusações
O MP acusou Tertuliano Pinheiro, na qualidade de secretário de Ação Social do Estado, de autorizar o incremento do fornecimento de leite, agindo assim , segundo os autos, com completa irresponsabilidade fiscal, ordenando despesas não autorizadas por lei, sem previsão do impacto orçamentário, gerando um custo adicional para o erário, sem estudo de ampliação do programa do leite e sem o cadastramento de novos beneficiários.
As despesas do Programa do Leite ordenadas sem autorização legal nos meses de fevereiro a maio de 2002 totalizam o valor de R$ 1.323.978,50. Desta forma, Tertuliano Pinheiro, ao ordenar despesa não autorizada por lei, de forma continuada, nos meses de fevereiro, março, abril e maio do ano de 2002, cometeu o crime contra as finanças públicas previsto no artigo 359-D do Código Penal Brasileiro, combinado com o artigo 71 do mesmo código.
Joanete dos Santos, ao assumir o cargo de Secretária de Ação Social, em 5 de junho de 2002, do mesmo modo que se antecessor, ordenou despesas para o pagamento à CERSEL nos meses de junho, julho, agosto e setembro do ano de 2002, em valores superiores ao previsto no convênio nº 004/99, 1º e 2º aditivos, sem lastro orçamentário e sem previsão legal. Assim, cometeu o mesmo crime contra as finanças públicas.
Já os os representantes da CERSEL, José Mariano Neto e Osmildo Fernandes, em comunhão de desígnios com os ex-secretários, a quem cabiam o cadastramento de novos beneficiários e a determinação das quantidades destinadas a cada município, forjaram um incremento do Programa do Leite que não aconteceu na prática.
Quanto à Lauro Gonçalves Bezerra, foi declarada a extinção da sua punibilidade, em virtude do reconhecimento da prescrição da pretensão punitiva, cujo o prazo deve ser contado pela metade, na forma do art. 115 do Código Penal, em razão de haver completado 70 anos de idade. Assim, o processo prosseguiu somente com relação aos demais denunciados.
*TJ

terça-feira, 15 de abril de 2014

´Lamentável´, diz ministro Joaquim Barbosa sobre mortes em Pedrinhas

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Joaquim Barbosa, classificou, durante visita a unidades de ressocialização de Alagoas na manhã desta terça-feira (15), como lamentável a situação no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís, onde foi registrada a sétima morte de preso na unidade somente este ano. A respeito da situação encontrada em Maceió, o ministro comparou as unidades de ressocialização a jaulas.

O ministro evitou falar muito sobre a morte de André Valber Mendes, 26, encontrado enforcado na noite de segunda-feira (14), no Pavilhão Delta do Centro de Detenção Provisória (CDP) daquela penitenciária. "Soube hoje. É uma situação lamentável, mas ainda preciso avaliar a situação", limitou-se a dizer ao ser questionado sobre o posicionamento do Supremo em relação à situação do sistema penitenciário do Maranhão. Em todo o estado já são dez detentos mortos em 2014.

Sobre a situação dos adolescentes detidos em unidades de internação em Maceió, Barbosa disse que eles vivem em "jaulas" e classificou como preocupante a situação em Alagoas. "Essa realidade impressiona. São adolescentes encarcerados em verdadeiras jaulas, sem nenhuma condição de salubridade, iluminação e ventilação. Ficam confinados neste espaço com apenas uma hora de banho de sol".

Para o ministro, a forma com que os adolescentes ficam encarcerados não ajuda na ressocialização deles. Durante a visita, segundo o ministro, foi constatada uma situação de falta de estrutura e de pessoal nas unidades. Para ele, é necessário uma mudança de olhar para a ressocializaçao de menores infratores. E destacou a carência de profissionais e a falta de qualificação dos que trabalham nessas unidades.

Ele iniciou a visita pela Unidade de Internação Provisória (que abriga menores infratores com processo em andamento) acompanhado pelo governador de Alagoas, Teotônio Vilela Filho (PSDB), o desembargador do Tribunal de Justiça, José Carlos Malta Marques, o procurador-geral de Justiça, Sérgio Jucá, o juiz da Vara da Infância e da Juventude, Ney Alcântara, e o desembargador Alcides Andrade. Em seguida, visitou as unidades feminina e masculina de quem já cumpre medida socioeducativa.

Motins e fugas

O ano de 2013 foi marcado por vários motins e fugas na Unidade de Internação Masculina (UIM). O juiz da Vara da Infância e da Juventude, Ney Alcântara, fez uma visita à unidade em fevereiro deste ano e conversou com os internos. As principais reclamações dos adolescentes foram em relação à má alimentação e torturas que teriam sido praticadas por monitores.

À época, Alcântara disse que as recomendações feitas pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), em 2013, ainda não foram atendidas. O magistrado disse que foram feitas apenas ações paliativas.

Fonte: G1 AL